Cuiabá 22/02/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Cidade cercada por polígono da maconha vira point de turismo astronômico

Itacuruba foi escolhida pelos índices pluviométricos (Foto: Divulgação/Centro de Estudos Astronômicos (CEA)


 

Cercada pelo Polígono da Maconha, Itacuruba (PE) vai entrar na rota do turismo científico com os três observatórios astronômicos que estão em processo de instalação no município. Técnicos do Observatório Nacional (ON) e do Centro de Estudos Astronômicos (CEA) fizeram prospecções na cidade para escolher os melhores pontos para a colocação dos equipamentos.

 

Veja fotos dos observatórios de Itacuruba

 

Segundo o engenheiro e astrônomo Lupércio Braga Bezerra, do CEA, o estudo sobre a cidade começou a ser desenvolvido em 1996. "Itacuruba foi escolhida pelos índices pluviométricos baixos que apresenta. Recife já não suporta mais um observatório, pois é muito poluída e iluminada, o que dificulta a observação astronômica."

Para o prefeito Romero Magalhães, a cidade vai virar rota de turismo científico. "Acredito que vai haver um interesse natural de professores, estudantes universitários e até mesmo das crianças em conhecer os observatórios", disse.

 

Ele afirmou ainda que o observatório municipal já está praticamente pronto, restando apenas alguns detalhes para abrir totalmente à visitação pública, em plena capacidade. "É um trabalho delicado, pois os equipamentos são de última geração e precisam de atenção especial na manutenção", disse Magalhães.

 

"Itacuruba vai virar referência astronômica porque um dos equipamentos vai rastrear asteroides em rota de colisão com a Terra. Será o único da América Latina. Esse observatório faz parte do projeto Impacton", disse Bezerra.

 

Outros fatores que ajudaram na escolha de Itacuruba como sede dos equipamentos astronômicos é o fato de as cidades vizinhas terem no máximo 30 mil habitantes, segundo informações do CEA. "Por ter poucos habitantes, a pouca poluição luminosa na região favoreceu a implementação do projeto no local", disse Bezerra.

 

Medo de 'canhão'

 

A localização de Itacuruba no meio do Polígono da Maconha provocou situações inusitadas durante as obras e manejos dos telescópios. "Tivemos de explicar para algumas pessoas que aquilo não se tratava de um canhão militar, mas uma ferramenta para observação astronômica", afirmou Bezerra.

 

Segundo a Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco, o Polígono da Maconha fica na fronteira com a Bahia e é composto pelas cidades de Santa Maria da Boa Vista, Petrolina, Cabrobó, Orocó, Belém de São Francisco e Floresta.

 

Defesa do Planeta

 

De acordo com o CEA, o Observatório Astronômico Automatizado (OAA) foi instalado a nove quilômetros da cidade de Itacuruba. "O telescópio usa espelhos de meio metro de diâmetro e está no Morro da Serrinha, o melhor ponto para funcionar o equipamento", disse Bezerra.

 

O Observatório Municipal de Itacuruba (OMI) fica a 600 metros do primeiro. "É um outro tipo de telescópio. O mais importante de todos é o equipamento do Impacton, que tem espelho de um metro de diâmetro e foi fabricado na Alemanha", afirmou o engenheiro do CEA.

 

Ele disse ainda que o telescópio do Impacton é robotizado e será instalado a 100 metros do OAA. "Ele será operado diretamente do Rio de Janeiro, por profissionais do Observatório Nacional. Ele vai permitir a rastreabilidade de asteroides perigosos para a Terra, ou seja, que estão em rota de colisão com o planeta."

Autor: www.g1.com.br - Glauco Araújo Do G1, em São Paulo
Data: 30/01/2009
Noticias da Sessão: Cidades
» Foi salvo: Bebê de um ano é salvo por policias durante afogamento em piscina
» Curso de Medicina: MPF apura suposta fraude em cotas para ingresso na UFMT
» Uber recebe US$ 50 bi em corridas em 2018, mas lucro ainda não aparece
» Preço médio da gasolina nas bombas tem menor valor desde janeiro de 2018, diz ANP
» Ameaça e Boatos: MPF move ação para suspender licença de barragem em MT
» Imprudência em Cuiabá: Câmera flagra acidente durante racha na Avenida Miguel Sutil
» Indenização: Justiça manda Caixa devolver R$ 34 mil a cliente por movimentações fraudulentas
» Cuiabá: Justiça autoriza funcionamento de novo Pronto-Socorro
» Após tragédia: Agência fará vistoria em Manso e mais 12 barragens em MT
» Confirmado: Tarifa de água terá reajuste de 4,6% em Cuiabá a partir de março
» Relatórios de Conselhos: Hospitais estão com medicamentos vencidos e superlotados
» Número de mortos em Brumadinho sobe para 110, e 238 estão desaparecidos
» Concessão: Investidores da Europa e dos EUA disputam aeroportos em MT
» País tem quase 200 barragens de mineração com alto potencial de dano
» Falta de combustível: Sem pagamento de fornecedor, viaturas da segurança voltam a parar
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.