Cuiabá 21/10/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
NA DIVISA DE MT: Bolsonaro critica esquerda e diz que não atrapalhará quem produz

Presidente ainda defendeu a família durante evento com os governadores de MT e Goiás, nesta quarta (5)


 

Vestindo uma camisa do Goiás e usando um colete à prova de balas, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) participou do lançamento do projeto “Juntos pelo Araguaia”, na manhã desta quarta-feira (5), na divisa entre os estados de Mato Grosso e Goiás.

 

Acompanhado dos governadores Mauro Mendes (DEM) e Ronaldo Caiado (DEM), o presidente assinou um protocolo de intenções entre o Governo Federal e os dois estados, visando a recuperação e revitalização de bacias hidrográficas no país.

 

 

A uma plateia que o ovacionava aos gritos de “Mito”, Bolsonaro fez um breve discurso no qual criticou a esquerda e disse que não dividirá o País.

 

“É muito bom estar entre amigos, melhor ainda quando esses amigos amam a pátria e tem Deus no coração. Há um tempo, meu amigo Caiado já previa o que podia acontecer no Brasil se a esquerda chegasse ao poder. A esquerda chegou, mas nós nos encontramos na Câmara dos Deputados e fizemos uma oposição ferrenha àqueles que queriam e estavam destruindo a nossa pátria”, disse o presidente.

 

Tive a liberdade de escolher um ministério competente, à altura dos destinos do nosso Brasil para lutar neste momento trágico que nos encontrávamos: um País quase destruído moral, ética e economicamente

Bolsonaro disse ter a certeza de que o Brasil é um país cristão e que a esquerda "não conseguirá derrotar" o seu Governo – que vem enfrentando manifestações populares desde janeiro deste ano.

 

“O povo brasileiro sabe muito bem reagir e se comportar nesse momento. A nossa eleição devo a Deus e a vocês que me colocaram na Presidência da República. Tive a liberdade de escolher um ministério competente, à altura dos destinos do nosso Brasil para lutar neste momento trágico que nos encontrávamos: um País quase destruído moral, ética e economicamente”, discursou ele.

 

“Sem atrapalhar o desenvolvimento”

 

O presidente também agradeceu o apoio dos populares que compareceram ao evento, em especial moradores das cidades de Barra do Garças (MT) e Aragarças (GO).

 

Segundo ele, o projeto lançado na manhã de hoje é uma demonstração para o mundo de que o Governo Federal está preocupado com o Meio Ambiente casado à economia do País, além de ser uma prova de que a União não irá atrapalhar aqueles que produzem.

 

“A primeira missão nossa é não atrapalhar quem quer produzir. Os senhores não mais terão no governo aquela velha máxima de antigamente, de criar dificuldades para vender facilidades. Vamos atendê-los naqulio que precisam e merecem”, disse.

 

“Ajuda” a caminhoneiros

 

Nessa linha, o presidente citou um projeto apresentado por ele ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que amplia de 5 para 10 anos o prazo da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

 

Conforme Bolsonaro, a medida irá beneficiar especialmente os caminhoneiros que trafegam pelas estradas do País.

 

“Ontem adotei uma medida que parece muito simples, mas que terá profundo alcance. Apresentamos um projeto para fazer a CHN valer por dez anos, para que o caminhoneiro que transporta o que o Centro-Oeste produz não perca sua carteira com 20 pontos, mas sim com 40 pontos. Por mim, seria 60”, disse.

Apresentamos um projeto para fazer a CHN valer por 10 anos, para que o caminhoneiro que transporta o que o Centro-Oeste produz não perca sua carteira com 20 pontos, mas sim com 40 pontos

 

“A indústria da multa vai deixar de existir no Brasil. A multagem eletrônica vai deixar de existir para o bem dos motoristas e nosso Brasil”, afirmou.

 

Defesa da família

 

Por fim, o presidente voltou a fazer uma defesa da família e criticou os que defendem a educação sexual nas escolas.

 

“Meus amigos do Centro-Oeste, mais uma vez digo-lhes: não existe satisfação maior do que estar aqui. Vocês têm Deus no coração, preservam a família, vocês querem uma escola onde não haja ideologia de gênero, onde respeitem as crianças, vocês querem um local onde todos consigam trabalhar e ser respeitados”, afirmou.

 

“Contem com um Governo que não mais dividirá a nossa população. Muito pelo contrário. Cada vez mais, unirá todos vocês de modo que o Brasil possa sim, num breve espaço de tempo, colocar nosso querido País no local de destaque que ele muito merece”, concluiu Bolsonaro.

 

 


 

Autor: Midia News - CAMILA RIBEIRO DA REDAÇÃO
Data: 05/06/2019
Noticias da Sessão: Politica
» Emanuel: oposição vende caos, mas Cuiabá é bem administrada
» Grampolândia anulada: Janaina diz que ministro do STJ tentou atrapalhar investigações
» Operação PF: Empreiteiras pagavam até cartão de crédito de ex-prefeito preso
» Condenação Anulada - Perri: "Deve-se evitar que a ação penal se torne um reality show"
» Eleições: Botelho diz que deixará decisão sobre futuro político para 2020
» União se recusa a ser avalista de empréstimo de US$ 250 milhões do governo de MT
» NA DIVISA DE MT: Bolsonaro critica esquerda e diz que não atrapalhará quem produz
» Transporte Público: MPE abre inquérito e acompanha licitação lançada em Cuiabá
» Pinheiro aproxima poder público e população com programa “Prefeito no seu bairro”
» US$ 332 milhões: Governo aciona STF para garantir empréstimo com o Banco Mundial
» Greve da Educação: Dar aumento salarial é emitir um cheque sem fundo, diz Mauro
» Prefeito entrega mais 90 leitos de enfermaria e parque tecnológico de imagens do HMC
» Punição severa: OAB exclui advogados que foram secretários de Silval
» Santa Cruz de La Sierra: Mauro Mendes inicia negociação com Evo Moraes para comprar gás boliviano
» Prefeito mantém compromisso com servidores no pagamento dos salários dentro do mês trabalhado
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.