Cuiabá 22/05/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Secretário diz que Santa Casa de Cuiabá será reaberta em 1 mês até normalização de contratos, serviços e remédios

Governo de MT assumiu administração da Santa que está fechada há quase 2 meses.


 

O secretário estadual de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Gomes de Figueiredo, foi entrevistado no quadro Papo das Seis desta sexta-feira (3). O principal assunto foi o anúncio de que o governo assumiu a administração da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que está fechada há quase dois meses em função de uma crise financeira.

Gilberto disse que o hospital deve ser reaberto em um mês, já que será necessário retomar contratos, serviços médicos e compra de medicamentos.

A Santa Casa é um hospital filantrópico, conta com 248 leitos e tem mais de 200 anos de fundação, atendendo a casos de média e alta complexidade. O fechamento da unidade sobrecarregou os outros hospitais do estado e da capital.

A administração do hospital ficará sob responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) e funcionará, durante um período não informado, como um hospital público estadual.

“Com essa iniciativa o governo do estado passa utilizar das instalações da Santa Casa, de móvel e imóveis, para fazer funcionar os serviços de alta e média complexidade que eram contratados pelo governo do estado, federal e município”, explicou.

O secretário explicou que a partir de agora a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Secretaria de Saúde e Controladoria-Geral do Estado (CGE) passam a fazer uma avaliação de todos os móveis da Santa Casa, além de analisar a estrutura do prédio.

 

Serviços e funcionários

 

De acordo com Gilberto, o governo busca orientações com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em relação ao pagamento dos funcionários da Santa Casa.

Os servidores, que estão há sete meses sem receber, devem se reunir com o secretário na próxima segunda-feira (6) e chegar a um acordo sobre as indenizações trabalhistas.

Segundo o secretário, existe uma dívida de aproximadamente R$ 11 milhões, somente em relação aos salários dos funcionários.

Os funcionários que querem continuar na Santa Casa terão que rescindir os contratos com o hospital e fazer novos contratos com o governo.


“Faremos contratações temporárias por conta da emergencialidade, mas será difícil [reabrir] antes de 30 dias. Temos a complexidade de um hospital que está desligado há mais de 50 dias. Ele precisa ser higienizado, tem a questão da manutenção de equipamentos e compra de medicamentos”, comentou o secretário.


No entanto, o secretário pretende reabrir 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) antes desse prazo, justamente para desafogar os outros hospitais.

 

Crise financeira

 

A direção da Santa Casa anunciou a suspensão de internações no dia 11 de março, alegando a falta de repasse no valor de R$ 3,6 milhões por parte da prefeitura.


 

Autor: Por G1 MT
Data: 03/05/2019
Noticias da Sessão: Politica
» Decreto de Bolsonaro: Jaime: “Corte em orçamento de instituições federais é um atraso”
» Comissão aprova pela 2ª vez projeto que prevê redução da verba indenizatória de deputados de MT de R$ 65 mil para R$ 32,5 mil
» Relatora: Selma vota a favor de demissão de servidores em Comissão
» Colniza: MPE pede afastamento de prefeito por superfaturamento
» Sessões solenes e instalação de frente parlamentar marcam semana na ALMT
» Cerco fechado em MT: Acordo de Mendes manda Cira buscar “sonegadores contumazes”
» Secretário diz que Santa Casa de Cuiabá será reaberta em 1 mês até normalização de contratos, serviços e remédios
» Novela da Santa Casa: Ministro diz que não manda recurso sem abertura de contas
» Senadora Cassada: Fávero: “Quem pretendia sentar na cadeira vai ter que esperar”
» No aniversário da Capital, Roberto França relembra a Cuiabá dos 250 anos à atual
» Autorização para empréstimo: “Maior preocupação era a AL; dinheiro deve ser liberado até julho”
» Presidente da AMM lamenta morte do ex-prefeito Murilo Domingos
» Pedido do governador: Assembleia aprova empréstimo de US$ 332 milhões para MT
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.