Cuiabá 19/08/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia

Objetivo do governador é garantir a estabilidade no fornecimento do produto


 

O governador Mauro Mendes (DEM) se reuniu na tarde desta segunda-feira (18), no Rio de Janeiro, com o presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, para requerer liberação para que o MT Gás possa comprar o gás natural diretamente da Bolívia.

 

De acordo com o governador, a estatal brasileira, nesse momento, realiza uma série de estudos nos contratos de fornecimento de gás natural que a empresa tem com a Bolívia, que representa 24 milhões de metros cúbicos por dia. 

 

“Esses contratos vencem agora em dezembro de 2019 e a Petrobras está analisando qual será o volume que irá comprar. Em função disso, ela pode atender o nosso pleito e poderemos comprar diretamente dos próprios bolivianos o gás, para fornecermos em Mato Groso”, explicou o governador.

 

A busca direta pela compra do gás natural, segundo Mauro Mendes, tem como objetivo garantir o retorno da geração térmica, a estabilidade e a confiabilidade no abastecimento do gás no Estado de Mato Grosso.

 

A Petrobrás deverá finalizar o estudo no prazo de dois meses. Depois desse período o Estado irá ser comunicado se o pedido para liberação da compra direta será atendido.

 

Tudo será feito em função do volume de gás natural que a estatal irá comprar em um eventual novo contrato com a Bolívia. 

 

As negociações com a Petrobrás também tiveram a participação do secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e do chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

 

Contrato em análise

 

O estudo realizado pela Petrobras e sobre o contrato assinado entre Brasil e Bolívia, em 1996, em um acordo chamado de Tratado de La Paz. A operação do gasoduto foi no ano de 1999 e seu pleno funcionamento ocorreu no ano de 2010.

 

Cerca de 15% do consumo interno do brasileiro é de gás boliviano.

 

Autor: Midia News - DA REDAÇÃO
Data: 18/03/2019
Noticias da Sessão: Politica
» Condenação Anulada - Perri: "Deve-se evitar que a ação penal se torne um reality show"
» Eleições: Botelho diz que deixará decisão sobre futuro político para 2020
» União se recusa a ser avalista de empréstimo de US$ 250 milhões do governo de MT
» NA DIVISA DE MT: Bolsonaro critica esquerda e diz que não atrapalhará quem produz
» Transporte Público: MPE abre inquérito e acompanha licitação lançada em Cuiabá
» Pinheiro aproxima poder público e população com programa “Prefeito no seu bairro”
» US$ 332 milhões: Governo aciona STF para garantir empréstimo com o Banco Mundial
» Greve da Educação: Dar aumento salarial é emitir um cheque sem fundo, diz Mauro
» Prefeito entrega mais 90 leitos de enfermaria e parque tecnológico de imagens do HMC
» Punição severa: OAB exclui advogados que foram secretários de Silval
» Santa Cruz de La Sierra: Mauro Mendes inicia negociação com Evo Moraes para comprar gás boliviano
» Prefeito mantém compromisso com servidores no pagamento dos salários dentro do mês trabalhado
» Na região Sul, prefeito entrega o primeiro Centro Educacional Infantil Cuiabano
» Desentendimento que segue: Vídeo mostra sessão na Câmara que termina em tapas
» us$ 250 milhões: Diretoria do Banco Mundial aprova empréstimo para Mato Grosso
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.