Cuiabá 22/05/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia

Objetivo do governador é garantir a estabilidade no fornecimento do produto


 

O governador Mauro Mendes (DEM) se reuniu na tarde desta segunda-feira (18), no Rio de Janeiro, com o presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, para requerer liberação para que o MT Gás possa comprar o gás natural diretamente da Bolívia.

 

De acordo com o governador, a estatal brasileira, nesse momento, realiza uma série de estudos nos contratos de fornecimento de gás natural que a empresa tem com a Bolívia, que representa 24 milhões de metros cúbicos por dia. 

 

“Esses contratos vencem agora em dezembro de 2019 e a Petrobras está analisando qual será o volume que irá comprar. Em função disso, ela pode atender o nosso pleito e poderemos comprar diretamente dos próprios bolivianos o gás, para fornecermos em Mato Groso”, explicou o governador.

 

A busca direta pela compra do gás natural, segundo Mauro Mendes, tem como objetivo garantir o retorno da geração térmica, a estabilidade e a confiabilidade no abastecimento do gás no Estado de Mato Grosso.

 

A Petrobrás deverá finalizar o estudo no prazo de dois meses. Depois desse período o Estado irá ser comunicado se o pedido para liberação da compra direta será atendido.

 

Tudo será feito em função do volume de gás natural que a estatal irá comprar em um eventual novo contrato com a Bolívia. 

 

As negociações com a Petrobrás também tiveram a participação do secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e do chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

 

Contrato em análise

 

O estudo realizado pela Petrobras e sobre o contrato assinado entre Brasil e Bolívia, em 1996, em um acordo chamado de Tratado de La Paz. A operação do gasoduto foi no ano de 1999 e seu pleno funcionamento ocorreu no ano de 2010.

 

Cerca de 15% do consumo interno do brasileiro é de gás boliviano.

 

Autor: Midia News - DA REDAÇÃO
Data: 18/03/2019
Noticias da Sessão: Politica
» Decreto de Bolsonaro: Jaime: “Corte em orçamento de instituições federais é um atraso”
» Comissão aprova pela 2ª vez projeto que prevê redução da verba indenizatória de deputados de MT de R$ 65 mil para R$ 32,5 mil
» Relatora: Selma vota a favor de demissão de servidores em Comissão
» Colniza: MPE pede afastamento de prefeito por superfaturamento
» Sessões solenes e instalação de frente parlamentar marcam semana na ALMT
» Cerco fechado em MT: Acordo de Mendes manda Cira buscar “sonegadores contumazes”
» Secretário diz que Santa Casa de Cuiabá será reaberta em 1 mês até normalização de contratos, serviços e remédios
» Novela da Santa Casa: Ministro diz que não manda recurso sem abertura de contas
» Senadora Cassada: Fávero: “Quem pretendia sentar na cadeira vai ter que esperar”
» No aniversário da Capital, Roberto França relembra a Cuiabá dos 250 anos à atual
» Autorização para empréstimo: “Maior preocupação era a AL; dinheiro deve ser liberado até julho”
» Presidente da AMM lamenta morte do ex-prefeito Murilo Domingos
» Pedido do governador: Assembleia aprova empréstimo de US$ 332 milhões para MT
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.