Cuiabá 24/04/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Polícia
Investigação adiantada: 6 pessoas são suspeitas em desaparecimento de empresário

Durante as buscas, desde o sumiço do empresário, o veículo em que ele estava foi encontrado submerso no Rio Verde.


 

Ao menos 6 pessoas são suspeitas pelo desaparecimento do empresário Fernando Marques da Silva, 38. Uma das principais hipóteses da investigação é que a vítima tenha sofrido uma emboscada, segundo o delegado Nilson Freitas, que investiga o caso no município de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá).  

 

Leia também - Homem é espancado ao tentar estuprar idosa e agredir filha

 

Durante buscas no rio Verde, entre as cidades de Sorriso e Tapurah (433 km a médio-norte), na quinta feira (7), uma espingarda calibre 22 foi encontrada pelo Corpo de Bombeiros. No entanto, o delegado afirmou que a arma está descartada no crime. Objeto está deteriorado e indica que estaria ali há mais tempo.    

 

Nilson Freitas destacou ainda que são trabalhadas 6 linhas de investigações distintas e no momento são analisadas as imagens de diversas câmeras de segurança da área urbana de Sorriso, onde aparecem imagens do empresário, em sua caminhonete, pela cidade. O objetivo é detectar alguma testemunha após o mapeamento, que não tem prazo para ser concluído.    

 

Segundo o delegado, será muito difícil encontrar Fernando Marques a essa altura da investigação. Durante as buscas, desde o sumiço do empresário, o veículo em que ele estava foi encontrado submerso no Rio Verde. Agora o veículo passa pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para averiguação de vestígios que possam levar a novas pistas.   

 

Nilson não descarta a possibilidade de que alguém ligado à família ou alguma possível testemunha tenha informações que possam ajudar a investigação, porém, por medo, ainda não se manifestou. O delegado afirma que havia manchas de sangue na ponte do rio onde o carro estava.

 

Autor: GD: Gleid Moreira
Data: 11/02/2019
Noticias da Sessão: Polícia
»
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.