Cuiabá 24/04/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Relatórios de Conselhos: Hospitais estão com medicamentos vencidos e superlotados

O Hospital Psiquiátrico Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho também foi alvo da fiscalização


 

Relatório do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MT) e Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) constataram irregularidades em 17 unidades de saúde de Cuiabá, da baixada cuiabana e Sinop (500 km ao norte da Capital).

 

Leia também - Ex-namorado de mulher desaparecida permanece calado em interrogatório

 

Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro e do Paschoal Ramos, além da Policlínica do Verdão, são acusados de terem medicamentos vencidos há mais de três meses, além de condições precárias de higiene e estrutura. 

 

Visitas técnicas foram realizadas entre os dias 28 de janeiro e 1º de fevereiro. Ainda, o Hospital Regional de Sinop, que passou por recente intervenção do Governo do Estado, aparece na lista por ter atrasado os salários dos profissionais há 90 dias. 

 

No Pronto-Socorro de Cuiabá, o documento aponta a superlotação de pacientes no setor de emergência, a insuficiência de materiais básicos, medicamentos vencidos e a conservação de materiais limpos com materiais de descarte. 

 

No caso da superlotação, a sala de emergência, que tem capacidade para 22 pessoas, estava ocupada por 80 pacientes. 

 

Já na UPA da Morada do Ouro, constatou-se o descarte inadequado de material cortante, falta de material, medicação vencida, higienização precária e falta de processo de esterilização adequado, com cruzamento de material limpo e sujo. Na UPA do Paschoal Ramos, existem medicamentos vencidos desde outubro de 2018, há 4 meses. 

 

Na Policlínica do Verdão, por conta da superlotação, há a sobrecarga de trabalho dos profissionais de enfermagem, além de estrutura física precária. 

 

O Hospital Psiquiátrico Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho também foi alvo da fiscalização. Lá, havia medicação vencida há 6 meses. Ainda, a ala feminina está com vidros quebrados, situação que foi exposta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

 

Autor: GD - Ana Flávia Corrêa
Data: 04/02/2019
Noticias da Sessão: Cidades
» Motorista é multado após vídeo de agentes de trânsito circulando em carro com pneu furado em Cuiabá
» Prefeito diz que governo e Ministério da Saúde devem ajudar a Santa Casa porque 70% dos pacientes são do interior de MT
» Ministro anuncia repasse de R$ 48 milhões para custeio do novo Hospital Municipal de Cuiabá
» templos de fé: Incêndio em Notre-Dame acende cuidados em igrejas de Mato Grosso
» Santa Casa fechada: Prefeitura afirma que pacientes continuam recebendo atendimento
» Obra histórica: Fechado há 4 anos, Museu do Rio passa por reestruturação
» Bonança: Lucro de empresa de Maggi cresce 50% e chega a R$ 808 milhões
» Nível de rio sobe após intensas chuvas e moradores ribeirinhos enfrentam alagamento em MT
» Governo deve prever para 2020 salário mínimo corrigido pela inflação, mas sem aumento real
» Sonho realizado: Cuiabano de 18 anos é aprovado em sete universidades nos EUA
» BR-163: Ônibus de Secretaria de Saúde com 19 passageiros capota
» Cidade Verde: Estudo aponta que Cuiabá perdeu 17% de área verde em 30 anos
» CPTEC emite alerta de tempestade e vendaval em Cuiabá e mais 87 municípios; veja lista
» Caos Financeiro: AL poderá destinar recursos para ajudar a Santa Casa
» Novo hospital municipal de Cuiabá não terá gestão 'portas abertas' a pacientes do interior
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.