Cuiabá 17/08/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Relatórios de Conselhos: Hospitais estão com medicamentos vencidos e superlotados

O Hospital Psiquiátrico Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho também foi alvo da fiscalização


 

Relatório do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MT) e Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) constataram irregularidades em 17 unidades de saúde de Cuiabá, da baixada cuiabana e Sinop (500 km ao norte da Capital).

 

Leia também - Ex-namorado de mulher desaparecida permanece calado em interrogatório

 

Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro e do Paschoal Ramos, além da Policlínica do Verdão, são acusados de terem medicamentos vencidos há mais de três meses, além de condições precárias de higiene e estrutura. 

 

Visitas técnicas foram realizadas entre os dias 28 de janeiro e 1º de fevereiro. Ainda, o Hospital Regional de Sinop, que passou por recente intervenção do Governo do Estado, aparece na lista por ter atrasado os salários dos profissionais há 90 dias. 

 

No Pronto-Socorro de Cuiabá, o documento aponta a superlotação de pacientes no setor de emergência, a insuficiência de materiais básicos, medicamentos vencidos e a conservação de materiais limpos com materiais de descarte. 

 

No caso da superlotação, a sala de emergência, que tem capacidade para 22 pessoas, estava ocupada por 80 pacientes. 

 

Já na UPA da Morada do Ouro, constatou-se o descarte inadequado de material cortante, falta de material, medicação vencida, higienização precária e falta de processo de esterilização adequado, com cruzamento de material limpo e sujo. Na UPA do Paschoal Ramos, existem medicamentos vencidos desde outubro de 2018, há 4 meses. 

 

Na Policlínica do Verdão, por conta da superlotação, há a sobrecarga de trabalho dos profissionais de enfermagem, além de estrutura física precária. 

 

O Hospital Psiquiátrico Centro Integrado de Assistência Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho também foi alvo da fiscalização. Lá, havia medicação vencida há 6 meses. Ainda, a ala feminina está com vidros quebrados, situação que foi exposta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

 

Autor: GD - Ana Flávia Corrêa
Data: 04/02/2019
Noticias da Sessão: Cidades
» Assembleia de SP aprova projeto que prevê cesárea sem indicação médica no SUS
» Eliminação de Tarifas: Acordo Mercosul-UE vai beneficiar setor de fruticultura, diz Bolsonaro
» Petrobras reduz preço do diesel em 4,6% e acaba com periodicidade para reajustes
» Regularização Fundiária: Fruto de ocupações, Cuiabá tem 61% dos bairros irregulares
» Parceria entre Prefeitura e comunidade promove revitalização do Centro de Saúde do Tijucal
» Sem Piquetes: TJ proíbe sindicato de impedir entrada de professores em escolas
» Estratégia de Cuiabá no combate ao aedes aegypti é destaque nacional
» Prefeitura de Cuiabá convoca candidatos aprovados no Processo Seletivo da Educação
» Veja lista: Concursos em Mato Grosso têm salários de até R$ 5,5 mil
» Empresas e motoristas fecham acordo; ônibus voltam a circular
» Greve dos servidores da educação de MT completa duas semanas sem acordo com o governo
» Compromisso: Prefeitura se compromete a ajudar no pagamento dos salários atrasados dos funcionários da Santa Casa
» Personagens de MT: "Rondon foi um grande pacifista e merecia o Prêmio Nobel"
» No berço da cidade: Ceramistas abrem ateliê e querem resgate do Centro Histórico
» Operação Lei Seca: Polícia prende 8 motoristas embriagados e apreende 34 veículos
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.