Cuiabá 26/03/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Mistério Tucano: Wilson Santos promete solução para zerar déficit do Estado

Questionado de que forma isso seria possível, o tucano não explicou, afirmando que ainda irá concluir a ideia.


 

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) afirmou que vai apresentar emendas aos projetos de leis que tratam sobre o orçamento anual do Estado (LOA 2019) e também sobre a reforma administrativa, ambos que compõem um pacote de medidas que serão encaminhadas pelo governador Mauro Mendes (DEM), nesta quinta-feira (10).

 

Apesar de ter participado da reunião em que o executivo apresentou um resumo dos projetos, na quarta-feira (9), Wilson disse desconhecer o substitutivo da Lei Orçamentária Anual (LOA) e adiantou que, com base nas propostas que foram apresentadas em setembro, ainda na gestão Pedro Taques (PSDB), e em dezembro, durante a transição de governo, apresentará uma emenda que garante ser a solução para acabar com o desequilíbrio fiscal em que se encontra o Estado. “Baseado nas duas propostas orçamentárias de setembro e de dezembro, eu vou apresentar uma proposta que é possível zerar tudo isso orçamentariamente”.

Questionado de que forma isso seria possível, o tucano não explicou, afirmando que ainda irá concluir a ideia. “Eu não tenho fechada a proposta, eu estou terminando. Vou fazer um conjunto de emendas e nós vamos mostrar que é possível o governador Mauro Mendes encerrar 2019 com esse déficit zerado”.

 

Presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa, Wilson Santos também adiantou que promoverá uma audiência pública, na próxima semana, para discutir a LOA com a sociedade. “Terça ou quarta-feira vamos realizar. Hoje à tarde, na reunião da CCJ [Comissão de Constituição, Justiça e Redação], vou participar também para acompanhar”, disse.

A respeito das chances de aprovação, no Legislativo, dos projetos do governador Mauro Mendes, o deputado avalia que não deverá haver dificuldades com relação, por exemplo à reforma administrativa, caso esta seja aprovada ainda na atual legislatura, que se encerra no dia 31 de janeiro.

 

Ele mesmo se declarou “simpático” à proposta de enxugamento da máquina pública, mas, mesmo assim, também apresentará suas emendas na pauta. “O que pode haver mais complexidade, principalmente se essa matéria ficar a partir de 1º de fevereiro, é em relação à reforma administrativa, que eu sou simpático a ela também. Eu gostei de uma forma geral, vou fazer emendas, vou fazer sugestões de melhorias, mas, de uma maneira geral, as propostas são oportunas e atendem à necessidade de ajustar o Estado”, comentou.

 

Autor: GD:Celly Silva e Pablo Rodrigo
Data: 11/01/2019
Noticias da Sessão: Politica
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
» Envolvido na Lava Jato: Parlamentares do PT se posicionam sobre Michel Temer
» Michel Temer chega à Superintendência da PF no Rio; ex-presidente vai ficar sozinho em sala
» Sistema Político: Mendes assume negociação com deputados da base na AL
» Cutucada de Emanuel: Mendes nega veneno e diz: “Fui prefeito e Santa Casa não fechou”
» Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia
» Cargo vitalício: Governo e TCE vão acatar decisão que suspende posse de Maluf
» Foco na administração: Emanuel admite reunião com partido, mas não fala em reeleição
» Presidente da ALMT discorda de juiz e nega que escolha de deputado para vaga no TCE tenha sido rápida
» Cadeira no TCE, acompanhe: Candidatos a conselheiro fazem explanação; Rezende retira nome
» 'Número suficiente', diz presidente sobre quantidade de servidores da Câmara de Cuiabá
» Setor Público e Privado: Reforma da Previdência será enviada ao Congresso na quarta
» General da reserva, novo ministro da Secretaria-Geral atuou no Haiti e é paraquedista como Bolsonaro
» Suspeita de Superfaturamento: Governo fez pregão para comprar colheres de plástico a R$ 6 cada
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.