Cuiabá 22/05/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Agronegocio
Programa Soja Plus intensificará atividades em Bonito, Jardim e Bodoquena

Serão 100 novas vagas oferecidas em Mato Grosso do Sul em 2019


 

Agricultores da região de Jardim, Bonito e Bodoquena receberão reforços em suas propriedades com o Soja Plus, um programa de adesão gratuita, administrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul (Senar/MS) em parceria com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS), que visa a gestão econômica, social e ambiental das propriedades rurais. Ao todo serão 100 vagas para Mato Grosso do Sul em 2019, com prioridade para a região turística de Bonito.

O Soja Plus tem por objetivo orientar os agricultores sobre qualidade de vida no trabalho, melhores práticas de produção, viabilidade financeira e econômica, qualidade e responsabilidade social. Essa iniciativa vai intensificar o trabalho preventivo por parte dos produtores rurais da região, que prezam pela sustentabilidade na atividade”, relata o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke.

 

“O Soja Plus é um programa muito importante para o estado, para nos adequarmos com o apoio técnico, que traz com clareza o que precisamos organizar. O Programa é um orgulho para o produtor sul-mato-grossense”, completa o presidente.

 

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, reforça que o Soja Plus é uma iniciativa de extrema relevância ao produtor de Mato Grosso do Sul e iniciou em 2014 e já atinge 52 municípios. “Nos quatro anos de Soja Plus, 636 propriedades com área equivalente a 580 mil hectares de soja receberam visitas técnicas”.

 

Sobre a prioridade de atender a região de Bonito, Jardim e Bodoquena, Schmaedecke considera as últimas ocorrências que impactam a harmonia entre o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável. “Não podemos correr riscos. A preservação do meio ambiente é prioridade da classe produtora, que deve ancorar suas decisões no Código Florestal vigente”, finaliza.

 

Autor: Portal do Agronegócio
Data: 13/12/2018
Noticias da Sessão: Agronegocio
» Potencial de exportação de carne em maio é de 150,4 mil t, diz Agrifatto
» Mais de 1,5 mil produtores rurais fazem manifestação e entregam carta de reivindicação ao governo
» Demanda por suínos aumenta no Brasil
» BRF vai suspender abate de frango em unidade no Paraná
» Orgânicos geram R$ 4 bilhões de faturamento no ano passado
» Celulose já é o terceiro produto mais exportado pelo Paraná
» Queda nos embarques de janeiro atingiu todas as carnes
» Para cobrir rombo, Estados elevam tributação sobre agronegócio
» Safra mundial de soja será menor em 2018/19
» Pecuaristas de Mato Grosso são os que mais pagam por abate de animais após aumento no Fethab
» Produtores gaúchos começam a colher arroz da safra 2018/2019
» Cafeicultores querem acordo com UE para expandir mercado
» Renda agropecuária de Mato Grosso do Sul deve subir aproximadamente 5%
» Setor descarta exemplo de MS para taxar o agronegócio
» Mato Grosso atinge recorde na exportação de farelo de soja
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.