Cuiabá 17/12/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Polícia
Operação Lídima: Grupo investigado no ES fornecia combustível adulterado a MT

Ação foi deflagrada nesta segunda-feira (3); delegado não informou nome da empresa mato-grossense


 

Combustíveis adulterados por uma organização criminosa do Espírito Santo - investigada em uma operação deflagrada nesta segunda-feira (3) - eram fornecidos para postos de Mato Grosso. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil capixaba, responsável pela Operação Lídima, realizada em conjunto com o Ministério Público daquele Estado.

 

Conforme as autoridades do Espírito Santo, uma empresa mato-grossense teria participação no esquema. Em razão do sigilo da investigação, o delegado Raphael Ramos, do Nucleo de Repressão às Organizações Criminosas (Nuroc) da Polícia Civil, preferiu não fornecer o nome desta empresa, nem mesmo a cidade onde ela atua.

 

A Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo informou que a empresa adquiria o combustível adulterado fornecido pela organização criminosa. O esquema agia ainda nos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. 

  

Além da produção, a quadrilha realizava a distribuição ilegal e a comercialização de combustível adulterado, bem como atuava em fraudes de ordem fiscal.

 

De acordo com investigações, a organização teria ocasionado excessivos prejuízos aos cofres públicos, aos consumidores e à sociedade. A Polícia, no entanto, não informou o montante do prejuízo.

  

A Justiça capixaba determinou que fossem cumpridos 17 mandados de prisão preventiva e oito de prisão temporária, porém apenas 14 mandados foram cumpridos.

 

Ainda foram cumpridos 45 mandados de busca e apreensão. Nenhum no Estado de Mato Grosso.

 

A operação teve o apoio da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), das polícias civis de São Paulo e Espírito Santo, bem como da Secretaria de Estado da Fazenda capixaba.

 

Autor: Midia News - CÍNTIA BORGES E JAD LARANJEIRA DA REDAÇÃO
Data: 03/12/2018
Noticias da Sessão: Polícia
»
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.