Cuiabá 17/12/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Mundo
Forças de segurança dos EUA entram em confronto com imigrantes na fronteira com o México

Oficiais usaram gás lacrimogêneo para tentar conter os imigrantes que estão em Tijuana.


 

As forças de segurança da fronteira dos Estados Unidos fecharam o posto de San Ysidro, entre as cidades de San Diego e Tijuana, e entraram em confronto com imigrantes que tentaram entrar no ilegalmente nos EUA neste domingo (25) .

Os oficiais norte-americanos usaram gás lacrimogêneo para conter os imigrantes que estão em Tijuana, no México. Os confrontos começaram por volta das 17h (horário de Brasília).

A polícia mexicana também tentou controlar os imigrantes - muitos correram para a fronteira dos EUA. Helicópteros dos governos dos EUA e do México também sobrevoaram o local. 


O governo mexicano disse que quase 500 imigrantes tentaram cruzar a fronteira dos EUA "de maneira violenta" e prometeu deportar os migrantes centro-americanos que tentassem entrar ilegalmente nos Estados Unidos.


Na segunda-feira, as autoridades norte-americanas já haviam fechado a mesma passagem de San Ysidro diante de informações que indicavam que alguns imigrantes tinham a intenção de entrar à força nos EUA.

Nos últimos dias, aumentou a tensão na divisa entre os dois países. Em caravana, milhares de imigrantes centro-americanos tentam chegar aos EUA pelo México para fugir da pobreza e violência.

Como resposta, o presidente dos EUA, Donald Trump, suspendeu por 90 dias a entrada de imigrantes pelo México e assinou uma ordem que impede a concessão de refúgio para quem entrar ilegalmente no país.

Segundo dados do Departamento de Segurança Nacional (DHS) dos EUA, cerca de sete mil migrantes aguardam do outro lado da fronteira, principalmente nas cidades de Tijuana e Mexicali, para apresentar a solicitação de asilo.


No sábado, o jornal Washington Post informou que o governo do futuro presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, concordou em apoiar o plano de Trump para mudar a política de fronteira entre os dois países.

Pela nova proposta, se confirmada, quem quiser se refugiar nos Estados Unidos terá de esperar no México enquanto o processo segue pelos tribunais norte-americanos.


 

Autor: Por G1
Data: 26/11/2018
Noticias da Sessão: Mundo
» Forças de segurança dos EUA entram em confronto com imigrantes na fronteira com o México
» PGR se diz contra pedido de Roraima para fechar fronteira com a Venezuela
» Na Síria, moradores de Duma redescobrem sua cidade devastada
» Como é o 'Satan 2', o míssil intercontinental 'invencível' testado pela Rússia
» Bolívia - Se a moda pega... Prefeito é amarrado em instrumento de tortura por 'não cumprir promessas'
» Sumiço na Síria: Moradora de Cuiabá já está em segurança na embaixada brasileira
» Governo dos EUA libera mais de 2,8 mil documentos secretos sobre a morte de Kennedy
» As misteriosas estruturas de pedra encontradas com Google Earth na Arábia Saudita
» Equipes de resgate localizam criança com vida sob escombros de escola no México
» Terremoto mata mais de 20 crianças em escola na Cidade do México
» Irã diz possuir artefato chamado de 'pai de todas as bombas' com 10 toneladas
» Furacão Irma deixa rastro de destruição; FOTOS
» Identificado autor de atentado de Barcelona, diz polícia
» Ataque terrorista em Barcelona: o que se sabe e o que falta esclarecer
» Na Turquia: Grupo Flor Ribeirinha, de Cuiabá, se torna campeão mundial de folclore
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.