Cuiabá 20/01/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Reajuste de 16,38%: Senadores de MT votam a favor de aumento de salário de ministros

Cidinho Santos, Wellington Fagundes e José Medeiros fovaram a favor do reajute do salário no STF que passa para R$ 39 mil


 

Os senadores mato-grossenses Cidinho Santos (PR), Wellington Fagundes (PR) e José Medeiros (Pode) votaram a favor do reajuste salarial de 16,38% para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular Procuradoria-Geral da República da (PGR). Com isso, a remuneração dos magistrados passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

 

A votação ocorreu durante sessão plenária na quarta-feira (7). Ao todo, o pleito terminou com 41 votos favoráveis ao projeto de lei, 16 contrários e uma abstenção. O reajuste vai criar um “efeito-cascata” que pode chegar a um impacto de R$ 6 bilhões nas contas públicas.

 

Isso porque as funções de ministro do STF servem de parâmetro para os salários de todo o Judiciário e membros do Ministério Público em todas as instâncias. Além disso, o aumento também pode servir de base para reajuste do serviço público.

 

Nas redes sociais, o senador José Medeiros justificou a aprovação por entender que o reajuste é uma boa opção para não haver o pagamento de auxílio-moradia aos servidores do Poder Judiciário.

 

“Presidente, achei uma boa troca. Acabou o auxílio-moradia. Veja que o aumento, mais dia menos dia, haveria que ser concedido. Seria cumulativo com auxílio”, escreveu no twitter.

 

Em agosto desse ano, o reajuste chegou a ser previamente aprovado pelo próprio STF em sessão administrativa. Na ocasião, os ministros defenderam que houvesse uma redução de benefícios como auxílio-moradia. Na época, o presidente Michel Temer (MDB) declarou que sancionaria o reajuste apenas com essa condição.

 

Autor: GD: Karine Miranda
Data: 08/11/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Insolência das contas: Veja benefícios que MT teria com decreto de calamidade financeira
» Lúdio vê crise criada por governo e cita renúncias de R$ 4 bilhões
» Nova estrutura: Jornalista Mauro Camargo é oficializado secretário adjunto de Comunicação
» Governo Mendes: Projeto da LDO entra em pauta na sessão desta terça da AL
» Diário Oficial: Mendes publica exoneração de 240 servidores de 15 pastas; veja a lista
» Mistério Tucano: Wilson Santos promete solução para zerar déficit do Estado
» LRF Estadual: Projeto cria poupança para investimento e veta bomba a sucessor
» Proposta que facilita posse de armas é enviada a Bolsonaro; saiba o que prevê
» Projeto Pronto: Mendes diz que novo Fethab destinará R$ 500 mi à infraestrutura
» Emenda Constitucional: Previdência, foro e aborto: saiba quais PECs Congresso pode votar
» Sob análise: Primeira-dama estuda reformulação do Núcleo de Ações Voluntárias
» Caixa vazio: Mendes escalona a folha e pagamento será finalizado no dia 30
» Cúpula definida: Coronel Assis é o novo comandante-geral da Polícia Militar
» Descentralização: Nomeado procurador-geral, Borges planeja expansão do Gaeco
» Casa dos Horrores: Salgadinhos vão custar R$ 20 mil durante recesso na Câmara Municipal de Cuiabá
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.