Cuiabá 26/03/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Reajuste de 16,38%: Senadores de MT votam a favor de aumento de salário de ministros

Cidinho Santos, Wellington Fagundes e José Medeiros fovaram a favor do reajute do salário no STF que passa para R$ 39 mil


 

Os senadores mato-grossenses Cidinho Santos (PR), Wellington Fagundes (PR) e José Medeiros (Pode) votaram a favor do reajuste salarial de 16,38% para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular Procuradoria-Geral da República da (PGR). Com isso, a remuneração dos magistrados passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

 

A votação ocorreu durante sessão plenária na quarta-feira (7). Ao todo, o pleito terminou com 41 votos favoráveis ao projeto de lei, 16 contrários e uma abstenção. O reajuste vai criar um “efeito-cascata” que pode chegar a um impacto de R$ 6 bilhões nas contas públicas.

 

Isso porque as funções de ministro do STF servem de parâmetro para os salários de todo o Judiciário e membros do Ministério Público em todas as instâncias. Além disso, o aumento também pode servir de base para reajuste do serviço público.

 

Nas redes sociais, o senador José Medeiros justificou a aprovação por entender que o reajuste é uma boa opção para não haver o pagamento de auxílio-moradia aos servidores do Poder Judiciário.

 

“Presidente, achei uma boa troca. Acabou o auxílio-moradia. Veja que o aumento, mais dia menos dia, haveria que ser concedido. Seria cumulativo com auxílio”, escreveu no twitter.

 

Em agosto desse ano, o reajuste chegou a ser previamente aprovado pelo próprio STF em sessão administrativa. Na ocasião, os ministros defenderam que houvesse uma redução de benefícios como auxílio-moradia. Na época, o presidente Michel Temer (MDB) declarou que sancionaria o reajuste apenas com essa condição.

 

Autor: GD: Karine Miranda
Data: 08/11/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
» Envolvido na Lava Jato: Parlamentares do PT se posicionam sobre Michel Temer
» Michel Temer chega à Superintendência da PF no Rio; ex-presidente vai ficar sozinho em sala
» Sistema Político: Mendes assume negociação com deputados da base na AL
» Cutucada de Emanuel: Mendes nega veneno e diz: “Fui prefeito e Santa Casa não fechou”
» Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia
» Cargo vitalício: Governo e TCE vão acatar decisão que suspende posse de Maluf
» Foco na administração: Emanuel admite reunião com partido, mas não fala em reeleição
» Presidente da ALMT discorda de juiz e nega que escolha de deputado para vaga no TCE tenha sido rápida
» Cadeira no TCE, acompanhe: Candidatos a conselheiro fazem explanação; Rezende retira nome
» 'Número suficiente', diz presidente sobre quantidade de servidores da Câmara de Cuiabá
» Setor Público e Privado: Reforma da Previdência será enviada ao Congresso na quarta
» General da reserva, novo ministro da Secretaria-Geral atuou no Haiti e é paraquedista como Bolsonaro
» Suspeita de Superfaturamento: Governo fez pregão para comprar colheres de plástico a R$ 6 cada
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.