Cuiabá 23/04/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Alternância no poder: Mato Grosso deve fazer a lição de casa para buscar novos investimentos, destaca vice-governador

A afirmação feita pelo vice-governador eleito Otaviano Pivetta, durante o exercício do voto em Lucas do Rio Verde


 
“A construção de uma nova relação institucional entre os governos estadual e federal, com a confirmação da vitória de Jair Bolsonaro presidente pelo PSL, será fundamental para libertar Mato Grosso do isolamento.”

A afirmação feita pelo vice-governador eleito Otaviano Pivetta, durante o exercício do voto em Lucas do Rio Verde, no último domingo (28), remete ao momento de dificuldades econômicas pelo qual passa o Estado de Mato Grosso, porém, com uma visão otimista, pautada nas experiências em gestão de Mauro Mendes, em Cuiabá, e do próprio vice em Lucas por três mandatos aprovados pela população, onde teve 81,5% dos votos.

Na avaliação do vice-governador eleito, Mato Grosso deverá estabelecer uma relação produtiva com o Governo Federal, a partir da reorganização do Governo do Estado, cujas contas públicas atualmente se apresentam desarranjadas, o que culminou no rebaixamento da nota de crédito estadual.  

“Primeiro, nós precisamos fazer o dever de casa. Mato Grosso teve uma fase de decadência muito grande, especialmente, na relação com a Federação. Precisamos organizar as contas públicas e nós faremos isso. No momento oportuno, iremos nos apresentar sim ao Governo Federal para buscar os investimentos necessários para libertar Mato Grosso do isolamento, especialmente nas áreas de infraestrutura, saúde e educação. Queremos e vamos nos dedicar totalmente à melhoria da prestação do serviço público no estado de Mato Grosso”, pontuou Otaviano Pivetta.

Conforme relatórios preliminares, Mato Grosso amarga dívidas na ordem de 3 bilhões, podendo chegar até o final do ano com aproximadamente R$ 4 bilhões de restos a pagar. Os números de Mato Grosso estão sendo diagnosticados pela equipe transição, cujos trabalhos tiveram início na última semana. 
 

“Esse trabalho teve início oficialmente na última quinta-feira, a partir de reunião voltada à formação das equipes de trabalho, na qual foram definidos os representantes de cada área para busca de informações que embasarão o planejamento da nova gestão. Não está em discussão, nesse momento, o quadro do secretariado e sim a busca de toda e qualquer informação que contribuirá neste processo de confecção do diagnóstico do Estado”, explicou Pivetta, aproveitando a passagem por Lucas para mais uma vez agradecer a população luverdense pela expressiva votação. 

Autor: Vice-governador Otaviano Pivetta - Assessoria
Data: 05/11/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Novela da Santa Casa: Ministro diz que não manda recurso sem abertura de contas
» Senadora Cassada: Fávero: “Quem pretendia sentar na cadeira vai ter que esperar”
» No aniversário da Capital, Roberto França relembra a Cuiabá dos 250 anos à atual
» Autorização para empréstimo: “Maior preocupação era a AL; dinheiro deve ser liberado até julho”
» Presidente da AMM lamenta morte do ex-prefeito Murilo Domingos
» Pedido do governador: Assembleia aprova empréstimo de US$ 332 milhões para MT
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
» Envolvido na Lava Jato: Parlamentares do PT se posicionam sobre Michel Temer
» Michel Temer chega à Superintendência da PF no Rio; ex-presidente vai ficar sozinho em sala
» Sistema Político: Mendes assume negociação com deputados da base na AL
» Cutucada de Emanuel: Mendes nega veneno e diz: “Fui prefeito e Santa Casa não fechou”
» Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia
» Cargo vitalício: Governo e TCE vão acatar decisão que suspende posse de Maluf
» Foco na administração: Emanuel admite reunião com partido, mas não fala em reeleição
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.