Cuiabá 23/01/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Alternância no poder: Mato Grosso deve fazer a lição de casa para buscar novos investimentos, destaca vice-governador

A afirmação feita pelo vice-governador eleito Otaviano Pivetta, durante o exercício do voto em Lucas do Rio Verde


 
“A construção de uma nova relação institucional entre os governos estadual e federal, com a confirmação da vitória de Jair Bolsonaro presidente pelo PSL, será fundamental para libertar Mato Grosso do isolamento.”

A afirmação feita pelo vice-governador eleito Otaviano Pivetta, durante o exercício do voto em Lucas do Rio Verde, no último domingo (28), remete ao momento de dificuldades econômicas pelo qual passa o Estado de Mato Grosso, porém, com uma visão otimista, pautada nas experiências em gestão de Mauro Mendes, em Cuiabá, e do próprio vice em Lucas por três mandatos aprovados pela população, onde teve 81,5% dos votos.

Na avaliação do vice-governador eleito, Mato Grosso deverá estabelecer uma relação produtiva com o Governo Federal, a partir da reorganização do Governo do Estado, cujas contas públicas atualmente se apresentam desarranjadas, o que culminou no rebaixamento da nota de crédito estadual.  

“Primeiro, nós precisamos fazer o dever de casa. Mato Grosso teve uma fase de decadência muito grande, especialmente, na relação com a Federação. Precisamos organizar as contas públicas e nós faremos isso. No momento oportuno, iremos nos apresentar sim ao Governo Federal para buscar os investimentos necessários para libertar Mato Grosso do isolamento, especialmente nas áreas de infraestrutura, saúde e educação. Queremos e vamos nos dedicar totalmente à melhoria da prestação do serviço público no estado de Mato Grosso”, pontuou Otaviano Pivetta.

Conforme relatórios preliminares, Mato Grosso amarga dívidas na ordem de 3 bilhões, podendo chegar até o final do ano com aproximadamente R$ 4 bilhões de restos a pagar. Os números de Mato Grosso estão sendo diagnosticados pela equipe transição, cujos trabalhos tiveram início na última semana. 
 

“Esse trabalho teve início oficialmente na última quinta-feira, a partir de reunião voltada à formação das equipes de trabalho, na qual foram definidos os representantes de cada área para busca de informações que embasarão o planejamento da nova gestão. Não está em discussão, nesse momento, o quadro do secretariado e sim a busca de toda e qualquer informação que contribuirá neste processo de confecção do diagnóstico do Estado”, explicou Pivetta, aproveitando a passagem por Lucas para mais uma vez agradecer a população luverdense pela expressiva votação. 

Autor: Vice-governador Otaviano Pivetta - Assessoria
Data: 05/11/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Insolência das contas: Veja benefícios que MT teria com decreto de calamidade financeira
» Lúdio vê crise criada por governo e cita renúncias de R$ 4 bilhões
» Nova estrutura: Jornalista Mauro Camargo é oficializado secretário adjunto de Comunicação
» Governo Mendes: Projeto da LDO entra em pauta na sessão desta terça da AL
» Diário Oficial: Mendes publica exoneração de 240 servidores de 15 pastas; veja a lista
» Mistério Tucano: Wilson Santos promete solução para zerar déficit do Estado
» LRF Estadual: Projeto cria poupança para investimento e veta bomba a sucessor
» Proposta que facilita posse de armas é enviada a Bolsonaro; saiba o que prevê
» Projeto Pronto: Mendes diz que novo Fethab destinará R$ 500 mi à infraestrutura
» Emenda Constitucional: Previdência, foro e aborto: saiba quais PECs Congresso pode votar
» Sob análise: Primeira-dama estuda reformulação do Núcleo de Ações Voluntárias
» Caixa vazio: Mendes escalona a folha e pagamento será finalizado no dia 30
» Cúpula definida: Coronel Assis é o novo comandante-geral da Polícia Militar
» Descentralização: Nomeado procurador-geral, Borges planeja expansão do Gaeco
» Casa dos Horrores: Salgadinhos vão custar R$ 20 mil durante recesso na Câmara Municipal de Cuiabá
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.