Cuiabá 23/04/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Estava foragido: PF prende em Cáceres um dos suspeitos dos maiores roubos de aeronaves do país

As investigações começaram em agosto de 2018 quando criminosos furtaram um avião do aeroporto de Cáceres/MT.


 

A Polícia Federal prendeu um dos maiores suspeitos por roubos de aeronaves do Brasil, na tarde desta quinta-feira (1º). Ele estava escondido em Cáceres (225 Km de Cuiabá).

 

As investigações começaram em agosto de 2018 quando criminosos furtaram um avião do aeroporto de Cáceres/MT. O veículo tinha sido apreendido pela PF transportando 250 Kg de cocaína. Os indivíduos tentaram decolar, porém, a tentativa foi frustrada, em razão da retirada de uma peça por parte da Polícia Federal. A aeronave foi abandonada na cabeceira da pista do aeroporto.

 

Durante as investigações, a PF identificou os integrantes da organização criminosa, os quais foram presos. Os policiais também identificaram o piloto encarregado de pilotar o avião até a Bolívia e entregá-lo para narcotraficantes. O suspeito teve a sua prisão decretada pela Justiça Federal de Cáceres/MT.

 

O mandado de prisão foi mantido em sigilo, para facilitar o seu cumprimento, já que ele residia na Bolívia e raras vezes retornava ao Brasil. Depoimentos e informações de inteligência indicam que o piloto seria o responsável por no mínimo mais três roubos de aeronaves somente no estado de Mato Grosso.

 

Investigações apontam que o suspeito teria roubado uma aeronave, no dia 01/12/2013, na cidade de Juína/MT. O avião pertencia ao então prefeito de Juara/MT. Na época, o piloto que conduzia a aeronave foi sequestrado e levado para Bolívia.

Outro crime em que se suspeita a participação do investigado ocorreu em 20/09/2014, em Pontes e Lacerda/MT. A aeronave, que transportava a comitiva de uma candidata a um cargo político, foi roubada e levada juntamente com os pilotos que ficaram sequestrados na Bolívia durante 40 dias.

 

O terceiro roubo foi em 2017. A aeronave pertencia a um hotel do pantanal mato-grossense. Na ocasião, novamente o piloto foi sequestrado e levado para a Bolívia juntamente com a aeronave.

 

O suspeito dos roubos foi excluído da Polícia Militar do estado de São Paulo e tem passagens na polícia por outros crimes, além de já estar planejando outros roubos de aeronaves.

 

Autor: GD: Redação
Data: 02/11/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Novela da Santa Casa: Ministro diz que não manda recurso sem abertura de contas
» Senadora Cassada: Fávero: “Quem pretendia sentar na cadeira vai ter que esperar”
» No aniversário da Capital, Roberto França relembra a Cuiabá dos 250 anos à atual
» Autorização para empréstimo: “Maior preocupação era a AL; dinheiro deve ser liberado até julho”
» Presidente da AMM lamenta morte do ex-prefeito Murilo Domingos
» Pedido do governador: Assembleia aprova empréstimo de US$ 332 milhões para MT
» Novos critérios: Governo do Estado sinaliza dificuldade para pagar RGA em 2019
» Empréstimo: Botelho quer reunir deputados e crê em "aprovação tranquila"
» Envolvido na Lava Jato: Parlamentares do PT se posicionam sobre Michel Temer
» Michel Temer chega à Superintendência da PF no Rio; ex-presidente vai ficar sozinho em sala
» Sistema Político: Mendes assume negociação com deputados da base na AL
» Cutucada de Emanuel: Mendes nega veneno e diz: “Fui prefeito e Santa Casa não fechou”
» Reunião na Petrobras: Mendes pede autorização para comprar gás natural da Bolívia
» Cargo vitalício: Governo e TCE vão acatar decisão que suspende posse de Maluf
» Foco na administração: Emanuel admite reunião com partido, mas não fala em reeleição
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.