Cuiabá 16/11/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Oposição: PT em Mato Grosso organiza ação pró-democracia após derrota nas urnas

Cremos que esse não é o melhor resultado, mas é a vontade do povo brasileiro e vamos respeitá-la de maneira absolutamente tranquila.


 

Após a derrota de Fernando Haddad (PT) para o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso já articula uma ação “pró-democracia”, que pretende reunir, além de partidos políticos, entidades e movimentos sociais. A intenção é agregar os aliados do partido frente ao novo governo.

 

De acordo com Carlos Abicalil (PT), o partido respeita o resultado das eleições e os votos obtidos por Bolsonaro. No entanto, vai atuar para fortalecer a bancada na Câmara dos Deputados, uma vez que elegeu 57 deputados federais nas eleições em 7 de outubro. Em Mato Grosso, apenas a professora Rosa Neide foi eleita pelo partido.

 

Leia mais - Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil no 2º turno

  

 

“Nós respeitamos os votos do povo brasileiro. Nunca foi diferente da parte do PT. Cremos que esse não é o melhor resultado, mas é a vontade do povo brasileiro e vamos respeitá-la de maneira absolutamente tranquila. Sabemos que a partir de amanhã começamos a preparar nossa bancada federal para a posição que assume como a maior bancada da Câmara dos Deputados”, disse.

 

Abicalil avaliou ainda que “apesar de todo ódio contra o PT”, o partido saiu fortalecido das urnas em relação a 2016. “O Haddad conquistou muitos votos, inclusive em Mato Grosso. (...) Cabe a nós agora interpretar os resultados e captarem a intenção dos eleitores, além do que, nos cabe como oposição, vigiar as promessas feitas neste período agora”, disse.

 

Por essa razão, o partido em Mato Grosso vai realizar no dia 30 o primeiro balanço com os coordenadores para fazerem uma avaliação deste segundo turno. Já no dia 1º acontecerá uma plenária para a unidade na luta pela democracia. “Esse é nosso desejo para o fortalecimento democrático para esse período próximo”, encerrou. 

Autor: GD: Karine Miranda e Pablo Rodrigo
Data: 29/10/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Prefeito anuncia 100% de saneamento básico até 2024 e revela não pensar em reeleição
» 8 horas diárias: Servidores aceitam jornada maior imposta por Mauro Mendes
» Calote na política: TJ bloqueia 30% do salário de Pátio para pagar dívida com Botelho
» Enxugando a máquina: Mendes anuncia a extinção de 9 secretarias e corte de 3 mil cargos
» Sem nível superior: Neri Geller dorme em cela comum de penitenciária e defesa reforça inocência
» Vaga no Senado: Eleito, Jaime gasta R$ 2,5 milhões e fica com sobra de R$ 162
» Operação Capitu: Neri Geller é preso pela PF em desdobramento da Operação Lava Jato
» Campanha vitoriosa: Com R$ 5,5 milhões de despesas, Mendes gastou R$ 6,55 por voto
» Desdobramento da Lava Jato: Ministro Blairo Maggi evita comentar prisão de Neri Geller, ex-secretário do Mapa
» Reajuste de 16,38%: Senadores de MT votam a favor de aumento de salário de ministros
» Servidores dão prazo de uma semana para governo pagar RGA antes de nova greve geral
» Juíza manda anular estabilidades e veta a aposentadoria de vereador Jânio Calistro
» Transição de Governo: Redução de secretarias e corte de comissionados são metas de Mendes
» Fim à impunidade: Selma diz que Sérgio Moro irá atuar por mudanças nas leis penais
» Alternância no poder: Mato Grosso deve fazer a lição de casa para buscar novos investimentos, destaca vice-governador
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.