Cuiabá 19/11/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Ao lado da igreja: “Perdemos tudo", diz moradora que teve casa incendiada em Cuiabá

Família precisa de doações de roupas e calçados; Defesa Civil descarta risco de desabamento


 

Horas após o incêndio que atingiu uma das casas localizadas ao lado da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, no Bairro Baú, na região central de Cuiabá, restou apenas desespero para a família que residia no imóvel. Desabrigados, os nove moradores ainda estão assustados com o episódio que teve início na noite dessa terça-feira ( 11).

 

A casa pertence à dona Ana Alexandrina, uma das moradoras mais antigas da rua. Com ela vivem mais outras oito pessoas – cinco adultos e três menores.

 

O imóvel é tombado como patrimônio histórico de Mato Grosso, o que, em tese, significaria ter regras mais rígidas de preservação. No entanto, por conta de um curto-circuito em parte da fiação de energia elétrica, a casa ficou completamente destruída.

 

A reportagem do MidiaNews esteve na manhã desta quarta-feira (12) na região do Largo do Rosário e pôde notar as marcas da tragédia que reduziu a cinzas os bens da família de dona Ana.

 

Parte da família estava presente e conversou com a reportagem. Bastante emocionada, Isabel, que é filha da dona Ana, contou que ainda não digeriu a notícia de que a casa onde cresceu com seus irmãos esteve em chamas.

 

Alair Ribeiro/MidiaNews

Incêndio Praça do Rosário 12-09-2018

"Ainda não sabemos o que fazer, perdemos tudo, móveis, eletrodomésticos, roupas, tudo", disse Isabel

“Graças a Deus, não estávamos aqui no momento, tínhamos saído. Ainda não sabemos o que fazer. Perdemos tudo, móveis, eletrodomésticos, roupas, tudo”, disse, entre lágrmas.

 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros também permanecia no local, bem como a Defesa Civil e representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional de Mato Grosso (Iphan-MT).

 

Segundo o engenheiro da Defesa Civil de Cuiabá, José Pedro Zanette, a casa não corre risco de desabar.

 

“Queimou praticamente tudo, mas não existe risco de desabamento. As paredes ainda estão íntegras, têm apenas algumas rachaduras. Como é patrimônio público, o Iphan vai dar a palavra final a respeito da recuperação, porque eu acho que é passivo de recuperação, mas isso ainda vai ser analisado mais a fundo”, analisou.

 

De acordo com ele, as chamas não se alastraram para a casa ao lado, o que talvez tenha impedido que uma tragédia maior acontecesse, já que o imóvel vizinho serve como depósito de uma auto escola e guarda bastante combustível, além de pilhas de papéis arquivados.

 

“As paredes são muito antigas, muito grossas, feitas de barro, então isso isola bastante o calor e não houve nada. Quase nem passou calor para o lado de lá”, afirmou.

 

Comparação com tragédia no Rio

 

Um dos moradores da rua, o senhor Maurício, que vive no local há mais de 60 anos, revelou que desde quando o local foi tombado, nunca recebeu qualquer tipo de manutenção por parte do Iphan.

 

“A gente vê o povo mentindo e o pessoal caindo na lábia deles. O Iphan não quer saber, só quer saber de dinheiro. Ficaram de fazer uma praça aí, mas até agora, está esse rolo”, lamentou.

 

Alair Ribeiro/MidiaNews

Incêndio Praça do Rosário 12-09-2018

Tudo que continha dentro do imóvel ficou em chamas

Observando a movimentação de longe, o homem contou que não quis ir até a casa de dona Ana para ver como ficou o local após o incêndio e comparou a tragédia com o que ocorreu no Museu Nacional do Rio de Janeiro, no início deste mês.

 

A maior parte do acervo, cerca de 20 milhões de itens, foi totalmente destruída. Dentre os itens perdidos estão fósseis, múmias, registros históricos e obras de artes. O caso ganhou grande repercussão na mídia nacional e internacional.

 

“Eu nasci aqui nessa casa, é tombada desde quando eu tinha 15 anos, e deveria ter muito mais cuidado, é um patrimônio histórico. Olha no Rio de Janeiro, que abandonaram o museu. Foi uma vergonha no Brasil inteiro, e agora liberaram R$ 10 milhões [para recuperação]. Agora já é tarde. Quanto tempo teve pra liberar esse dinheiro? Agora já acabou. Mas tá assim no mundo inteiro. O povo daqui, os brasileiros, só interessam com o dinheiro no bolso”, reclamou.

 

Doações

 

A assistência social da Prefeitura da Capital está ajudando a família e doações também estão sendo arrecadadas.

 

Quem puder contribuir com roupas de cama, materiais de higiene pessoal, material escolar, roupas e calçados, poderá entregar as doaçõs na Igreja Presbiteriana localizada na Avenida Coronel Escolástico, no Bairro Bandeirantes, em Cuiabá.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Fogo atinge casa perto de Igreja São Benedito em área histórica

 

 
 
GALERIA DE FOTOS

 

Autor: Midia News - JAD LARANJEIRA DA REDAÇÃO
Data: 12/09/2018
Noticias da Sessão: Cidades
» Na madrugada: Tamanduá-bandeira “passeia” perto de shopping novo; veja
» Cancer de Próstata: “Exames não tiram a masculinidade de ninguém”, diz urologista
» Reintegração suspensa: Liminar é suspensa e fazenda de Silval pode ser entregue ao MST
» Parque das Águas: Jacaré é visto atravessando faixa de pedestre em Cuiabá; veja
» Coberto por formigas: Recém-nascido é encontrado dentro de caixa de sapato em Cuiabá
» Luto em Juína: Ex-prefeito morre soterrado em barranco de garimpo
» O consumidor é quem paga: Preço do gás de cozinha chega a R$ 116 em Cuiabá
» Serviços: Comércio poderá abrir no feriadão; agências estarão fechadas
» Abandonados: OAB Peixoto de Azevedo constata abandono em Lar dos Idosos e cobra providências
» Fazendas e mercados batem recorde de casos de roubo de energia em Mato Grosso
» Fim do CNJ e CNMP: OAB cita preocupação e diz que proposta de Selma é retrocesso
» Sobrevivente: Piloto resgatado na mata é transferido de hospital e vai para UTI
» Imagens mostram mulher sendo arrastada por enxurrada - veja o vídeo
» Veja video: Piloto é encontrado vivo em floresta 3 dias após queda de avião
» Brasileiros já pagaram R$ 2 trilhões em impostos em 2018, diz associação comercial
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.