Cuiabá 15/07/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Mendes diz que se vencer contemplará indicações políticas na gestão

Mendes diz que votou contra candidatura de Savi e que acusados de corrupção terão que se defender


 

O candidato ao Governo Mauro Mendes (DEM) afirmou que, caso eleito, terá indicação política dos aliados de sua campanha. Entretanto, disse que a escolha dos nomes do secretariado será sua e que comandará a equipe com rigor.

 

Em entrevista à TVCA, afiliada da Rede Globo, na manhã desta segunda-feira (10), Mendes disse que enquanto foi prefeito de Cuiabá recebeu indicações políticas, mas que, mesmo assim, saiu do Palácio Alencastro sem denúncias de desvios.

 

“Nós vamos, sim, contemplar algumas indicações, mas todas elas ficarão subordinas a mim. Quando administrei Cuiabá eu tive indicação política, mas nem por isso deixamos de entregar resultados e nem por isso, também, aconteceram desvios éticos ou algum escândalo de corrupção na nossa administração”, afirmou.

 

“Portanto, eu vou ter muito critério, muito cuidado, se governador for, para escolher esses nomes. E com muito rigor comandar essa equipe para que todos possam produzir resultados”, completou.

 

Vou ter muito critério, muito cuidado, se governador for, para escolher esses nomes. E com muito rigor comandar essa equipe

Entre os aliados de Mendes está o MDB, que governou o Estado de 2010 a 2014 com Silval Barbosa. Questionado se contará com a ajuda de pessoas que já passaram pelo Executivo, sem ter entregado bons resultados, o ex-prefeito disse que seu objetivo é montar a melhor equipe para administrar o Estado.

 

“Quando virei prefeito de Cuiabá, escolhi pessoas que tinham experiência e competência. E graças à equipe que montamos, conseguimos entregar a Prefeitura com mais de 80% de aprovação dos eleitores. Fizemos isso com trabalho sério e honesto”, disse.

 

“Eu soube formar uma boa equipe e uma boa parceria com o servidor público, estimulando a todos para que pudessem produzir resultados. A população espera isso: resultado, serviços públicos melhores, que a Saúde melhore, que a Infraestrutura melhore, e é isso que vamos fazer em todo Estado, em parceria com o servidor público”, afirmou.

 

Savi e acusados de corrupção

 

Mendes também foi questionado sobre a candidatura do deputado estadual Mauro Savi (DEM), acusado de integrar um esquema de desvios de recursos no Detran na ordem de R$ 30 milhões descobertos pela Operação Bereré. 

 

O ex-prefeito disse ter votado contra a possibilidade de Savi ir à reeleição, mas que seu voto foi vencido pela maioria da executiva do Democratas.

 

“Fui prefeito de Cuiabá durante quatro anos e não tive nenhum escândalo de corrupção que envolvesse a minha administração. Nem meu e nem de nenhum secretário. Nós vamos apoiar o MPE, os órgãos de controle do Governo para que cumpram seu papel e que possam continuar o combate à corrupção. Nesse caso específico, eu votei contra essa candidatura, mas democracia é a vontade da maioria”, disse.

 

Questionado se se sente constrangido de ter acusados de corrupção em seu palanque, o ex-prefeito disse não ter nada que manche sua reputação e que os acusados terão direito à defesa.

 

“Essas pessoas têm que responder à Justiça, têm que responder por aquilo que fizeram e têm que ter o direito de se defender. Agora, eu falo por mim e pela minha história. Graças a Deus, ao trabalho, na minha história como prefeito de Cuiabá, durante quatro anos, não tem nada que manche nossa reputação. E se for olhar por esse lado, nenhum partido político no Brasil está inume de ter pessoas que respondam processo”, resumiu.

 

Leia também:

 

Após deixar a prisão, Savi tem candidatura aprovada pelo DEM

 

Autor: Midia News - DOUGLAS TRIELLI DA REDAÇÃO
Data: 10/09/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Eleições: Botelho diz que deixará decisão sobre futuro político para 2020
» União se recusa a ser avalista de empréstimo de US$ 250 milhões do governo de MT
» NA DIVISA DE MT: Bolsonaro critica esquerda e diz que não atrapalhará quem produz
» Transporte Público: MPE abre inquérito e acompanha licitação lançada em Cuiabá
» Pinheiro aproxima poder público e população com programa “Prefeito no seu bairro”
» US$ 332 milhões: Governo aciona STF para garantir empréstimo com o Banco Mundial
» Greve da Educação: Dar aumento salarial é emitir um cheque sem fundo, diz Mauro
» Prefeito entrega mais 90 leitos de enfermaria e parque tecnológico de imagens do HMC
» Punição severa: OAB exclui advogados que foram secretários de Silval
» Santa Cruz de La Sierra: Mauro Mendes inicia negociação com Evo Moraes para comprar gás boliviano
» Prefeito mantém compromisso com servidores no pagamento dos salários dentro do mês trabalhado
» Na região Sul, prefeito entrega o primeiro Centro Educacional Infantil Cuiabano
» Desentendimento que segue: Vídeo mostra sessão na Câmara que termina em tapas
» us$ 250 milhões: Diretoria do Banco Mundial aprova empréstimo para Mato Grosso
» Na Educação: Governo Mendes encara a primeira greve em sua gestão
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.