Cuiabá 25/09/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Justiça Eleitoral cassa mandato de Lucimar Campos e seu vice

Eles respondiam ação por suposta prática de abuso do poder político, apontado pelo Diretório Municipal do Partido Democrático Trabalhista de Várzea Grande.


 

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre Campos (DEM), teve os diplomas e mandatos eleitorais cassados pelo juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral do município. A decisão também se estende ao vice dela, José Aderson Hazama. Eles respondiam ação por suposta prática de abuso do poder político, apontado pelo Diretório Municipal do Partido Democrático Trabalhista de Várzea Grande.

Leia mais:
Taques rebate prefeita Lucimar e diz que governo não trabalha para grupos políticos

No pedido, o diretório municipal argumentou que diversos secretários e ex-secretários utilizaram de várias formas e por inúmeras vezes a máquina pública com o intuito de favorecer a campanha de Lucimar Campos e José Hazama, no pleito de 2016.

Lucimar e Hazama ainda foram declarados inelegíveis pela Justiça pelo prazo de oito anos [contado a partir de 2016], assim como: Pedro Marcos Campos Lemos, Luiz Celso de Moraes Oliveira, Kathe Maria Martins, Luiz Antônio Vitório Soares, Helen Faria Ferreira, Chico Curvo e Eduardo Abelaira Vizotto. 

O magistrado ainda entendeu que não houve participação do vereador Chico Curvo (PSD) no ato. Sendo assim, rejeitou o pedido para que ele também tivesse o mandato cassado: "pleito que realmente não se continha, implícita ou explicitamente, na petição inicial", diz trecho da decisão.

A Justiça entendeu que ficou evidenciado o abuso do poder político, por meio da prática de várias condutas ilícitas levadas a efeito conjunta e ordenadamente por Lucimar, e demais denunciados.

Enquanto novas eleições não são convocadas, o presidente da Câmara de Vereadores será o responsável pelo município.

O advogado de defesa de Lucimar Campos, Ronimárcio Naves, explicou à reportagem que "vamos fazer a leitura da sentença amanhã, quando for publicada. Analisaremos e tomaremos as medidas cabíveis, vamos recorrer. Os fundamentos desta ação, já foram todos superados pelo TRE em outros recursos".

 

Autor: Olhar Direto - Da Redação - Wesley Santiago
Data: 05/09/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Mendes consegue direito de resposta contra Taques por "fake news"; multa estipulada de R$ 60 mil
» Nada decidido: TRE não barra Selma por suposto PAD, mas adia julgamento de registro
» Peculato na AL: Juiz condena à prisão ex-chefe de gabinete de Riva e contadores
» 2ª Rodada da Pesquisa Ibope: Mauro Mendes lidera com 39% enquanto Taques e Fagundes empatam nos 20%
» voice Pesquisas: Mendes se isola na liderança com 38%; Taques e WF estão empatados
» Voice: Jaime tem 36%; Nilson, 21%; Procurador, 20%; e Selma, 16%, na batalha pelo Senado
» Afago na Indústria: Mendes afirma que se eleito vai reduzir alíquota de ICMS do diesel
» Juntas somos melhores: Virgínia Mendes defende trabalho conjunto para superação das dificuldades em Mato Grosso
» Adversários desesperados: “Não permita que seu voto seja manipulado por gente sem limites”
» Selma Arruda deixará a política se for derrotada e confirma 'divergências' com Galli
» Silval nega sociedade com Mendes e 'proíbe' uso de seu nome na campanha eleitoral
» Estado necessário: Mato Grosso precisa cortar as mordomias palacianas, defende Otaviano Pivetta
» "Quero ser uma grande parceira das mães e idosos", diz Virgínia
» MPF denuncia Silval, Riva, Eder e mais 4 por crimes contra o sistema financeiro
» Mendes diz que se vencer contemplará indicações políticas na gestão
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.