Cuiabá 19/11/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Prefeitura busca assegurar avanços na obra de pavimentação do Ribeirão do Lipa

O trabalho no local faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em 2017


 

No intuito de resguardar o direito da população ao benefício da pavimentação, a Prefeitura de Cuiabá tem buscado tomar todas as medidas necessárias para o seguimento das obras no bairro Ribeirão do Lipa, situado na região Oeste da Capital. Com mais de 30 anos de fundação a comunidade foi uma das primeiras a ser inserida no programa “Minha Rua Asfaltada”.

A empresa Fatex Residencial Construtora e Incorporadora SPE Ltda. ficou responsável pela execução dos trabalhos de drenagem e asfaltamento no local. A atuação foi estabelecida por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), como medida compensatória por conta de dois condomínios edificados pela empresa na região. Dessa forma, em abril do ano passado, a ordem de serviço para o início das atividades foi assinada pelo Município. 

No entanto, após alguns meses de atuação, a construtora acabou não cumprindo com as medidas estabelecidas no contrato, que foi judicialmente suspenso com aproximadamente 5% do trabalho executado. Na medida em que buscava solucionar ao imbróglio judicial, a Prefeitura, via mão de obra da própria Secretaria Municipal de Obras Públicas, continuou trabalhando no local.

De acordo com o secretário Vanderlúcio Rodrigues, nesse período em que o contrato ficou suspenso, o Executivo municipal conseguiu adiantar a construção do sistema de drenagem em diversas ruas do bairro. Todavia, segundo ele, desde o último mês a companhia voltou a assumir o andamento do serviço.

“Infelizmente, a empesa não deu sequência e paralisou o serviço por um tempo. Diante disso, fizemos a notificação e iniciamos um processo judicial, pelo não cumprimento do contrato. Agora, a construtora reiniciou o trabalho, em um ritmo que ainda não consideramos o ideal. Caso ela volte a descumprir o contrato, iremos fazer uma nova notificação e continuar o processo judicial, podendo até cancelar o TAC e convocar uma nova empresa”, explica Vanderlúcio.

 

Autor: Prefeitura de Cuiabá - BRUNO VICENTE
Data: 05/09/2018
Noticias da Sessão: Cidades
» Na madrugada: Tamanduá-bandeira “passeia” perto de shopping novo; veja
» Cancer de Próstata: “Exames não tiram a masculinidade de ninguém”, diz urologista
» Reintegração suspensa: Liminar é suspensa e fazenda de Silval pode ser entregue ao MST
» Parque das Águas: Jacaré é visto atravessando faixa de pedestre em Cuiabá; veja
» Coberto por formigas: Recém-nascido é encontrado dentro de caixa de sapato em Cuiabá
» Luto em Juína: Ex-prefeito morre soterrado em barranco de garimpo
» O consumidor é quem paga: Preço do gás de cozinha chega a R$ 116 em Cuiabá
» Serviços: Comércio poderá abrir no feriadão; agências estarão fechadas
» Abandonados: OAB Peixoto de Azevedo constata abandono em Lar dos Idosos e cobra providências
» Fazendas e mercados batem recorde de casos de roubo de energia em Mato Grosso
» Fim do CNJ e CNMP: OAB cita preocupação e diz que proposta de Selma é retrocesso
» Sobrevivente: Piloto resgatado na mata é transferido de hospital e vai para UTI
» Imagens mostram mulher sendo arrastada por enxurrada - veja o vídeo
» Veja video: Piloto é encontrado vivo em floresta 3 dias após queda de avião
» Brasileiros já pagaram R$ 2 trilhões em impostos em 2018, diz associação comercial
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.