Cuiabá 16/02/2019
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Sofria de câncer: Morre paciente que ficou com gaze na barriga

Bento Ferreira, 57, que passou por cirurgia e ficou com uma gaze no abdômen por mais de dois meses. A vítima morreu no domingo (22).


 

O clínico geral Joaquim Delfino é investigado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na Delegacia Municipal de Juína (733 km de Cuiabá), pela morte do paciente Bento Ferreira, 57, que passou por cirurgia e ficou com uma gaze no abdômen por mais de dois meses. A vítima morreu no domingo (22).

Conforme divulgado pelo Gazeta Digital, o trabalhador sofria de câncer na próstata e passou por uma cirurgia em abril no Hospital Municipal. Após quase dois meses sentindo constantes dores abdominais, o ferimento não cicatrizava. O filho do paciente encontrou o material depois que o corte "abriu".

Leia também - Homem é internado em UTI após passar dois meses com gaze na barriga

A família denunciou o caso e o delegado responsável, José Carlos Damião, falou ao Gazeta Digital que por enquanto o inquérito investiga a autoria dos fatos e algumas pessoas já foram notificadas para prestar depoimentos.

"O processo segue em fase inicial de inquérito, dada que a morte foi no domingo, mas já publiquei a portaria para notificar toda a equipe médica e demais envolvidos no caso", explicou o delegado.

A conclusão do inquérito e indiciamento do médico por homicídio culposo deve ocorrer somente após o Conselho Regional de Medicina (CRM) concluir o Processo Ético-Profissional (PED) instaurado para avaliar e julgar a postura do clínico geral.

"Se o CRM confirmar que houve erro médico, vamos então indiciar o profissional responsável por homicídio culposo, mas por enquanto estamos na parte investigativa", explicou o delegado.

A Secretaria de Saúde do Município também iniciou um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para investigar as circunstâncias da morte do paciente.

A secretária de Saúde Leda Maria de Souza Villaça disse que se trata de um erro grave, mas que todos os fatos serão apurados. Por enquanto a Secretaria trata o caso com isolado.

O atestado de óbito do paciente consta como morte por infecção generalizada.

Um laudo pericial deve ser emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) para confirmar as causas da morte.

O caso

Bento Ferreira fez uma cirurgia em abril deste ano para remoção de um tumor instalado na próstata. Após a cirurgia, o paciente passou a sentir fortes dores e perder peso.

Após dois meses, o local do corte abriu e ai o filho do paciente viu que havia uma gaze.

Levado ao hospital, Bento foi operado pelo mesmo médico no dia 25 de junho para a retirada da gaze.

A secretária de Saúde de Juína, esclareceu que o procedimento foi feito pelo mesmo médico, para evitar que houvesse contradições nos relatos.

O paciente apresentou pioras após a cirurgia e no último domingo (22) faleceu.

 

Autor: Camila Paulino, repórter do GD
Data: 24/07/2018
Noticias da Sessão: Cidades
» Uber recebe US$ 50 bi em corridas em 2018, mas lucro ainda não aparece
» Preço médio da gasolina nas bombas tem menor valor desde janeiro de 2018, diz ANP
» Ameaça e Boatos: MPF move ação para suspender licença de barragem em MT
» Imprudência em Cuiabá: Câmera flagra acidente durante racha na Avenida Miguel Sutil
» Indenização: Justiça manda Caixa devolver R$ 34 mil a cliente por movimentações fraudulentas
» Cuiabá: Justiça autoriza funcionamento de novo Pronto-Socorro
» Após tragédia: Agência fará vistoria em Manso e mais 12 barragens em MT
» Confirmado: Tarifa de água terá reajuste de 4,6% em Cuiabá a partir de março
» Relatórios de Conselhos: Hospitais estão com medicamentos vencidos e superlotados
» Número de mortos em Brumadinho sobe para 110, e 238 estão desaparecidos
» Concessão: Investidores da Europa e dos EUA disputam aeroportos em MT
» País tem quase 200 barragens de mineração com alto potencial de dano
» Falta de combustível: Sem pagamento de fornecedor, viaturas da segurança voltam a parar
» Atropelado a 2 meses: 'Meu medo é cair no esquecimento', diz esposa de gari que teve perna amputada
» 5 anos após a Copa: Sem manutenção, Arena Pantanal vira abrigo de moradores de rua
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.