Cuiabá 19/09/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Sem Quórum: Botelho teme faltosos na eleição e pode mudar sessões na AL

Presidente da AL quer concentrar votações nas quartas-feiras e liberar colegas para período eleitoral


 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou que irá propor aos colegas a concentração das sessões legislativas durante o período eleitoral deste ano.

 

Ele disse temer o esvaziamento do plenário no período, o que acumularia uma série de projetos com prazo para votações. A falta de quórum tem sido recorrente desde o início deste ano.

 

“É possível. Infelizmente, é possível sim faltar quórum durante as eleições. Mas quero ver se a gente concentra todas as votações em um único dia. Se os deputados vierem naquele dia e trabalharem o dia todo, até a noite, faremos as votações normais”, disse ao MidiaNews.

 

Eles podem vir na quarta-feira participar e, o resto da semana, ficam liberados para fazer a campanha

De acordo com o parlamentar, a ideia seria concentrar a análise de projetos nas quartas-feiras. No período normal, os deputados trabalham nas terças-feiras à noite, na quarta de manhã e à noite e na quinta-feira de manhã.

 

“Esse convencimento que quero fazer com os deputados. porque, assim, não atrapalha ninguém. Eles podem vir na quarta-feira participar e, o resto da semana, ficam liberados para fazer a campanha”, afirmou.

 

LDO e Fundo

 

Botelho afirmou que a prioridade para junho e julho é a aprovação do Fundo Emergencial de Estabilidade Fiscal (FEEF), destinado para a Saúde do Estado, e da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

 

O Fundo deve ser votado nas próximas semanas. Já a peça orçamentária de 2019 deve ser votada até a metade de julho, antes do recesso.

 

“O Fundo está marcado para votarmos na próxima terça-feira, a menos que os deputados de oposição não façam a audiência que pediram. Se assim for, pode ser que votemos essa semana”, explicou.

 

“Já a LOA está na comissão e espero que entre logo, porque queremos entrar o segundo semestre com ela aprovada, uma vez que estamos em ano eleitoral. Em agosto, todos começam a se preocupar com isso. Quero fazer esforço para entrarmos no segundo semestre com ela aprovada”, completou.

 

Autor: Midia News - DOUGLAS TRIELLI DA REDAÇÃO
Data: 19/06/2018
Noticias da Sessão: Politica
» Afago na Indústria: Mendes afirma que se eleito vai reduzir alíquota de ICMS do diesel
» Juntas somos melhores: Virgínia Mendes defende trabalho conjunto para superação das dificuldades em Mato Grosso
» Adversários desesperados: “Não permita que seu voto seja manipulado por gente sem limites”
» Selma Arruda deixará a política se for derrotada e confirma 'divergências' com Galli
» Silval nega sociedade com Mendes e 'proíbe' uso de seu nome na campanha eleitoral
» Estado necessário: Mato Grosso precisa cortar as mordomias palacianas, defende Otaviano Pivetta
» "Quero ser uma grande parceira das mães e idosos", diz Virgínia
» MPF denuncia Silval, Riva, Eder e mais 4 por crimes contra o sistema financeiro
» Mendes diz que se vencer contemplará indicações políticas na gestão
» Corrida ao Senado em MT: Voice aponta Jaime com 35%; procurador com 20%; e Leitão com 19%
» Bolsonaro tem 'condições clínicas estáveis', diz boletim médico
» Disputa pelo Paiaguás: Em Várzea Grande, Mendes lidera com 36%; Taques tem 18%; e WF, 4%
» Aliado de peso: Percival declara apoio a Mauro: "Já ajudei e vou ajudar de novo"
» Chapa de Wellington Fagundes é a primeira a ser deferida pela Justiça Eleitoral
» Deputados apresentam projeto para sustar decreto de Taques
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.