Cuiabá 20/07/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Turismo
Confira 20 dicas para não passar aperto nas viagens de navio

Confira 20 dicas da consultora de imagem pessoal e corporativa Marcele Goes, diretora do Estilo Sob Medida, da Abremar


 

A temporada de navios no litoral brasileiro está a todo vapor, com 17 embarcações e expectativa de levar quase 895 mil passageiros pelos 386 roteiros oferecidos, segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar). Nessas idas e vindas nos mares brasileiros, não podem faltar animação, disposição e uma boa dose de bom humor e bom comportamento.

Respeitar o espaço alheio, vestir-se apropriadamente para os eventos programados e não exagerar na comida e nas bebidas, principalmente quando o sistema for all incluse, estão entre os principais itens a serem observados.

Confira 20 dicas da consultora de imagem pessoal e corporativa Marcele Goes, diretora do Estilo Sob Medida, da Abremar, da operadora CVC e dos navios da linha MSC, para não errar na mão durante a estadia em alto-mar.

O mar está em toda a sua volta e não faltam piscinas nas embarcações. Ou seja, biquíni e maiôs são obrigatórios nos cruzeiros. Mas atenção, os trajes de banho devem ficar expostos apenas na área das piscinas. Camisetas, saídas de banho, vestidinhos, shorts ou saias são indispensáveis para as áreas internas.

"Apesar de estar em alto-mar, o ambiente do navio assemelha-se a um hotel, pois todos se relacionam num período de tempo. Isso significa que é preciso pensar em formas de tornar um look despojado (biquíni/maiô) em algo mais arrumado. Nesta hora, entram saídas de praia mais elaboradas, como túnicas, caftãs, camisões com estampas ou detalhes delicados", afirmou Marcele.

Nos pés, durante o dia, a preferência é para usar calçados com solados de borracha, que não escorregam e não absorvem a umidade dos locais úmidos, como a área de piscinas.

Nos jantares, recomenda-se não usar - e em alguns navios é até proibido - bermudas e chinelos. Vestidos adequados para as mulheres e calças e camisas para homens são os mais indicados.

Quase todos os cruzeiros oferecem a chamada Noite do Comandante, mas há também programações de festas e baladas. "Para os bailes e outros eventos sociais propostos pela organização do navio, pode-se vestir normalmente, como se fosse em terra firma. Então, se for um baile de gala, como a Noite do Comandante, será com vestido no joelho ou longo, salto etc. Se for uma balada, será com roupas mais curtas, com brilho, peças de maior extravagância", explicou Marcele.

Uma boa sugestão é ter sempre à mão um pulôver ou um moletom para se proteger da diferença de temperatura entre os ambientes internos (ar-condicionado) e externos.

Mala 
Os navios têm bastante estrutura, mas nem sempre é fácil ter as roupas lavadas durante a viagem. Por isso, a consultora lembra que, neste caso, é indicado levar algumas partes de cima extras. "Uma forma de otimizar a quantia de roupas na mala é escolher partes de baixo curingas, que combinem com muitas partes de cima", afirmou.

O mesmo pode ser feito com os sapatos. "Geralmente, uma sandália baixa de cor neutra (bege, caramelo, ouro/prata velho) pode ser usada em todos os looks de dia. Outros sapatos, como um escarpim e um tênis delicado, suprirão outros momentos durante a viagem", aconselha a consultora.

Procure saber a programação da semana antes de fazer as malas e que tipos de festas serão oferecidas.

Outra dica das operadoras de navios é não exagerar na quantidade e no peso das malas. Não há limites, mas a sugestão é de que cada passageiro não leve mais de duas valises, com peso entre 20 kg e 25 kg. As dimensões sugeridas são de até 40 cm de altura, 60 cm de largura e 30 cm de profundidade, para que fiquem bem acomodadas nas cabines.

Se no navio não se é exigido apenas bom senso, fique atento se a viagem terá trechos de avião. Nesses casos, a companhia aérea segue as normas vigentes das viagens por esse meio de transporte. Ou seja, corre-se o risco de pagar por excesso de peso.

Não adianta dar uma de esperto também e querer levar bebidas extras na bagagem para consumir no interior do navio. É proibido. E os funcionários podem confiscá-las no embarque e devolvê-las apenas na saída. Isso vale para bebidas alcoólicas, água, refrigerantes...

Comportamento 
O fato do passeio ser all incluse (alguns também no quesito bebidas) não significa que o passageiro precisa tentar comer e beber tudo que conseguir neste período de tempo. "É claro que, com os alimentos à mão, é mais fácil exceder a cota. Mas recomenda-se manter a rotina normal de alimentação, como se estivesse trabalhando ou com o dia cheio de atividades. Ou seja: tomar café da manhã, almoçar e jantar, evitando beliscar o dia todo", disse Marcele.

É comum conhecer pessoas interessantes para networking neste tipo de viagem, por isso não é bom ser visto muito alcoolizado o tempo todo, sendo recomendado cuidado redobrado com relação às bebidas alcoólicas. "É possível experimentar, aproveitar, mas sempre alternando com água ou outras bebidas sem álcool e sem deixar o nível ultrapassar o estado 'alegre'. É muito desagradável ficar aturando a chatice de alguém alcoolizado que já passou do ponto!" Outro ponto importante a se considerar, segundo a consultora, é o respeito ao espaço alheio. "As pessoas vão em família, têm suas próprias cabines e ficam muito tempo no navio, então tendem a se sentir à vontade demais, esquecendo-se de não ultrapassar o limite do outro. Isso vale para comemorações em grupo, brinquedos ou objetos espalhados e uso de mesas no restaurante."

Não se pode também reservar as espreguiçadeiras, gratuitamente disponibilizadas para os hóspedes. As operadoras de navios afirmam que os hóspedes não devem deixar seus pertences sobre as cadeiras de sol por um tempo superior a 30 minutos.

As toalhas disponíveis também para os passageiros ao redor das piscinas devem ser devolvidas após o uso. Caso isso não aconteça, é bem provável que o valor seja debitado na sua fatura.

Os fumantes também têm áreas restritas. Então, nada de acender seu cigarro no auditório, teatro, restaurante, cabine, elevadores e demais locais em que apareça a placa de proibido.

Confira horário de embarque na passagem. O procedimentos em geral, começam quatro horas antes da saída e termina duas horas antes. Costuma haver filas e tempo de espera. Então calcule sua chegada para não se estressar.

As imagens românticas de despedida das pessoas em terra podem até animar o viajante, mas as companhias marítimas orientam a se despedir de parentes e amigos em casa e seguir despreocupado para o porto. Isso por questões operacionais (sempre é uma multidão que embarca) e de segurança. E lembre-se, o acesso ao navio é limitado ao pessoal em serviço e aos hóspedes para embarcar e em trânsito. Não dá para convidar um amigo para conhecer sua cabine se ele não tiver comprado o bilhete.

 

Autor: Terra - Rosângela Espinossi
Data: 15/02/2018
Noticias da Sessão: Turismo
» Tolerância marcou ato religioso de Lavagem das Escadarias da Igreja do Rosário e São Benedito
» Como economizar nas atrações de Nova York usando CityPass
» Brasil tem diversas cachoeiras para serem visitadas; conheça algumas
» Rússia e Inglaterra atuam para trazer turistas para Mato Grosso
» Confira 20 dicas para não passar aperto nas viagens de navio
» Mato Grosso terá plantio recorde de soja e algodão em 2010/11
» Turismo Ecológico: Sesc Pantanal, refúgio de paz em nome da natureza
» Rede lança ‘residência de férias’ com acesso a resort em Foz
» Com a cara e a coragem: Cuiabano abandona a carreira para conhecer o mundo de carona
» Aproveite o verão em Cancún com passagens por R$ 2013
» As melhores dicas de Dubrovnik – por uma local que fala português
» Veja um roteiro de três dias para conhecer Washington de patinete
» Itália tem hotéis mais caros e luxuosos do litoral da Europa
» Abrasel tomou posse no Conselho Municipal de Turismo da Prefeitura de Cuiabá
» Inspire-se em destinos românticos de lua de mel dos famosos
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.