Cuiabá 21/01/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Arcanjo paga fiança de R$ 80 mil e se livra de uma prisão

Fiança é referente a processo que o ex-bicheiro responde por crime contra o sistema financeiro. Ele ainda permanece preso em regime semiaberto pelo crime de homicídio.


 

O juiz João Moreira Pessoa de Azambuja, da 5ª Vara Federal de Cuiabá, impôs fiança de R$ 80 mil e substituiu a prisão preventiva do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro por medidas cautelares, como o comparecimento mensal em Juízo e monitoramento eletrônico.

Dessa forma, Arcanjo fica mais perto da liberdade, uma vez que ele também está preso pela condenação da morte do empresário Rivelino Jacques Brunini, no processo que tramitou na Justiça estadual e que depende do Juízo da Vara de Execuções Penais.

No caso da decisão em que foi arbitrada a fiança de R$ 80 mil, trata-se de processo em que o ex-bicheiro responde por crimes financeiros praticados na Confiança Factoring. A decisão é do final de outubro.

“Ante o exposto, substituo a prisão preventiva por comparecimento mensal em Juízo, monitoramento eletrônico e fiança que fixo em R$ 80 mil. Determino a expedição de alvará de soltura se por outro motivo não estiver preso o réu. Ressalto que a revogação se refere a prisão preventiva anteriormente decretada neste feito pelas razões acima expostas e não a outros mandados prisionais que estejam em vigor em relação ao acusado João Arcanjo Ribeiro”, diz trecho da decisão, que não foi disponibilizada na íntegra.

Leia também - Após 15 anos, João Arcanjo vai deixar a prisão

No caso do processo que responde por homicídio, Arcanjo também obteve decisão favorável na semana passada, quando o exame psicológico que ele fez apontou que está apto a deixar a prisão, pois pretende deixar o crime e viver de forma pacífica. Isso fez com que o juiz autorizasse sua progressão do regime fechado (que é cumprido na Penitenciária Central do Estado desde setembro deste ano, quando retornou de presídio federal) para o semiaberto, que será cumprido mediante uso de tornozeleira eletrônica a partir de janeiro.  


 

Autor: Celly Silva, repórter do GD
Data: 29/12/2017
Noticias da Sessão: Cidades
» Guaxe volta e conclui Rua 5 no Jardim União. Vanderlúcio comemora
» Reforma, substituição e construção de novas pontes beneficiam comunidades urbanas e rurais de Cuiabá
» Pró-Estradas: Estado conclui 2.400 km de asfalto em três anos de gestão
» Arrependido: Após prisões e processos, Silval 'ajudará' acabar com corrupção endêmica - veja vídeo
» Bebê que teve 90% do corpo queimado vai fazer transplante de pele
» Sinal interrompido: Oi é multada por bloquear telefone e atrapalhar grampos da PJC
» PRÓ-ESTRADAS - Governo autoriza concessão de 533 km de rodovias estaduais
» Assassinato em Florianópolis: Polícia Civil de SC já tem suspeito de matar cunhado de Fabris
» Transporte Público: Emanuel inaugura estação climatizada; usuários protestam
» Arrependido: Padre que posou com arma diz que errou e pede perdão a fiéis
» Solidariedade: Barbeiro solidário corta cabelo e faz barba de mendigo - Veja antes e depois
» Arcanjo paga fiança de R$ 80 mil e se livra de uma prisão
» Transporte coletivo: Conselho aprova aumento e tarifa de R$ 3,85 passa a valer no dia 2
» Feriadão de Ano Novo: Confira o que abre e fecha na Grande Cuiabá no final de ano
» Tragédia: Duas crianças morrem afogadas em lago de Rondonópolis
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.