Cuiabá 20/07/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Arcanjo paga fiança de R$ 80 mil e se livra de uma prisão

Fiança é referente a processo que o ex-bicheiro responde por crime contra o sistema financeiro. Ele ainda permanece preso em regime semiaberto pelo crime de homicídio.


 

O juiz João Moreira Pessoa de Azambuja, da 5ª Vara Federal de Cuiabá, impôs fiança de R$ 80 mil e substituiu a prisão preventiva do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro por medidas cautelares, como o comparecimento mensal em Juízo e monitoramento eletrônico.

Dessa forma, Arcanjo fica mais perto da liberdade, uma vez que ele também está preso pela condenação da morte do empresário Rivelino Jacques Brunini, no processo que tramitou na Justiça estadual e que depende do Juízo da Vara de Execuções Penais.

No caso da decisão em que foi arbitrada a fiança de R$ 80 mil, trata-se de processo em que o ex-bicheiro responde por crimes financeiros praticados na Confiança Factoring. A decisão é do final de outubro.

“Ante o exposto, substituo a prisão preventiva por comparecimento mensal em Juízo, monitoramento eletrônico e fiança que fixo em R$ 80 mil. Determino a expedição de alvará de soltura se por outro motivo não estiver preso o réu. Ressalto que a revogação se refere a prisão preventiva anteriormente decretada neste feito pelas razões acima expostas e não a outros mandados prisionais que estejam em vigor em relação ao acusado João Arcanjo Ribeiro”, diz trecho da decisão, que não foi disponibilizada na íntegra.

Leia também - Após 15 anos, João Arcanjo vai deixar a prisão

No caso do processo que responde por homicídio, Arcanjo também obteve decisão favorável na semana passada, quando o exame psicológico que ele fez apontou que está apto a deixar a prisão, pois pretende deixar o crime e viver de forma pacífica. Isso fez com que o juiz autorizasse sua progressão do regime fechado (que é cumprido na Penitenciária Central do Estado desde setembro deste ano, quando retornou de presídio federal) para o semiaberto, que será cumprido mediante uso de tornozeleira eletrônica a partir de janeiro.  


 

Autor: Celly Silva, repórter do GD
Data: 29/12/2017
Noticias da Sessão: Cidades
» Assembléia Itinerante: Participação de moradores supera expectativas em Poconé
» 1ª dama sorteia camisas da seleção e promove ação de patriotismo para crianças do Bom de Bola, Bom de Escola
» Audiência pública debate igualdade salarial de homens e mulheres
» Mutirão: Poconé recebe 15ª Assembleia Itinerante nesta quinta e sexta
» Concessão da rodoviária terá prazo de 25 anos e vencedora investirá R$ 30 mi
» Prefeitura de Cuiabá realiza processo seletivo simplificado para 3.785 vagas na área de Educação
» Em Rondonópolis: Adolescente de 16 anos morre após acidente entre Vectra e Corolla
» Começa, no Teatro Zulmira, 33º Encontro Nacional de Letras e Linguística
» Semob prepara operação de trânsito para festa de São Benedito
» Danos morais: Energisa é condenada em R$ 6 mil por não religar energia de consumidor
» Prefeitura e Seja disponibizam gratuitamente kits de antenas e conversores digitais à população de baixa renda
» Teatro Zulmira recebe encontro nacional de Letras e Linguística esta semana
» Novo adiamento: Entrega do novo Pronto-Socorro é adiada para 2019 e obra fica 20% mais cara
» Tolerância marcou ato religioso de Lavagem das Escadarias da Igreja do Rosário e São Benedito
» Chegada do inverno traz baixa umidade do ar e dias quentes aos mato-grossenses
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.