Cuiabá 19/10/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Cidades
Arcanjo paga fiança de R$ 80 mil e se livra de uma prisão

Fiança é referente a processo que o ex-bicheiro responde por crime contra o sistema financeiro. Ele ainda permanece preso em regime semiaberto pelo crime de homicídio.


 

O juiz João Moreira Pessoa de Azambuja, da 5ª Vara Federal de Cuiabá, impôs fiança de R$ 80 mil e substituiu a prisão preventiva do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro por medidas cautelares, como o comparecimento mensal em Juízo e monitoramento eletrônico.

Dessa forma, Arcanjo fica mais perto da liberdade, uma vez que ele também está preso pela condenação da morte do empresário Rivelino Jacques Brunini, no processo que tramitou na Justiça estadual e que depende do Juízo da Vara de Execuções Penais.

No caso da decisão em que foi arbitrada a fiança de R$ 80 mil, trata-se de processo em que o ex-bicheiro responde por crimes financeiros praticados na Confiança Factoring. A decisão é do final de outubro.

“Ante o exposto, substituo a prisão preventiva por comparecimento mensal em Juízo, monitoramento eletrônico e fiança que fixo em R$ 80 mil. Determino a expedição de alvará de soltura se por outro motivo não estiver preso o réu. Ressalto que a revogação se refere a prisão preventiva anteriormente decretada neste feito pelas razões acima expostas e não a outros mandados prisionais que estejam em vigor em relação ao acusado João Arcanjo Ribeiro”, diz trecho da decisão, que não foi disponibilizada na íntegra.

Leia também - Após 15 anos, João Arcanjo vai deixar a prisão

No caso do processo que responde por homicídio, Arcanjo também obteve decisão favorável na semana passada, quando o exame psicológico que ele fez apontou que está apto a deixar a prisão, pois pretende deixar o crime e viver de forma pacífica. Isso fez com que o juiz autorizasse sua progressão do regime fechado (que é cumprido na Penitenciária Central do Estado desde setembro deste ano, quando retornou de presídio federal) para o semiaberto, que será cumprido mediante uso de tornozeleira eletrônica a partir de janeiro.  


 

Autor: Celly Silva, repórter do GD
Data: 29/12/2017
Noticias da Sessão: Cidades
» Iniciativa da Prefeitura: Vereadores aprovam projeto de lei para que imposto da Uber fique em Cuiabá
» Perdeu controle: Estudante de Direito da Unemat morre em acidente de carro
» Veja quem ainda pode: Veja quem pode sacar cotas do PIS/Pasep após prazo
» Prefeitura finaliza projetos e consegue aprovar financiamento de dois viadutos em Cuiabá; fotos
» Fotos e vídeos: Chuva derruba árvores, placas e acidentes são registrados em Cuiabá
» Ventania derruba árvores em Cuiabá e Defesa Civil monitora temporal
» Após colisão, carreta pega fogo e outra cai em ribanceira na Serra Taipirapuã, veja video
» Parada Cardíaca: Rapaz passa mal e morre durante prova prática do Detran
» Jaciara: Operadora de caixa é executada com 5 tiros ao sair do trabalho
» Ao lado da igreja: “Perdemos tudo", diz moradora que teve casa incendiada em Cuiabá
» Bolsonaro tem alta da UTI, diz boletim médico
» Atroprlsmrnto na Miguel Sutil: Médica Letícia Bortolini é denunciada por 4 crimes pela morte de verdureiro
» Tempo seco: Umidade deve seguir baixa; médica alerta para riscos à saúde
» Garçom morre ao cair do 10º andar do Hotel Paiaguás
» Bolsonaro no Twitter: 'Estou bem e me recuperando'
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.