Cuiabá 20/07/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
"Viado" e "Biscate": Amigo diz que cabo da PM sabia da vida sexual de autoridades

Contador revelou à Polícia que Gerson Corrêa contava a ele detalhes da vida íntima de políticos


 

O contador Mario Edmundo Costa Marques Filho afirmou à Polícia Civil que o cabo Gerson Corrêa, réu confesso do esquema de interceptações clandestinas no Estado, sabia detalhes da vida sexual de pelo menos três políticos mato-grossenses, por meio de informações obtidas nos “grampos”.

 

A revelação foi feita em depoimento ao delegado Flávio Stringueta, em 23 de junho deste ano, obtido peloMidiaNews.

 

Gerson Corrêa está preso desde maio deste ano, acusado de ser um dos principais protagonistas do esquema, viabilizado pela prática da “barriga de aluguel”, quando números de telefones de cidadãos comuns, sem conexão com uma investigação, são inseridos em um pedido de quebra de sigilo telefônico à Justiça.

 

Na oitiva, o contador Mario Filho disse que é amigo de infância do cabo Gerson e que a amizade deles sempre foi “muito forte, inclusive viajavam juntos a passeio, sendo que suas mulheres iam junto e se conheciam bem”.

Mesmo sendo uma pessoa discreta, o cabo Gerson em alguns momentos comentava coisas das interceptações comigo

 

“Eu tenho conhecimento que o cabo Gerson mexia com interceptações telefônicas em seu serviço. Mesmo sendo uma pessoa discreta, o cabo Gerson em alguns momentos comentava coisas das interceptações comigo”.

 

De acordo com o contador, o militar comentou sobre a vida íntima de pelo menos três políticos, sendo que um deles já não exerce mais cargo eletivo.

 

Mario Filho disse que o cabo contou a ele que um desses políticos era “viado”. Outra autoridade foi citada como sendo “biscate” e que “dava para todo mundo”, “querendo dizer que tinha uma vida sexual promíscua”.

 

O terceiro político mencionado pelo cabo, segundo o contador, foi classificado como “corno e viado”.

 

“Com isso, o cabo Gerson deu a entender a mim que tinha conhecimento dessas coisas por meio de sua atividade profissional”.

 

Na oitiva, Mário Filho disse que o militar também falou mal de magistrados que atuam em Mato Grosso.

  

“Já ouvi o cabo Gerson dizer que o ministro Gilmar Mendes tinha muito gado aqui no Estado. O cabo Gerson também mencionou que os juízes aqui no Estado eram todos corruptos, não se recordando se ele especificou também isso em relação a promotores, advogados e desembargadores”. 

 

Veja fac-símile de trecho do depoimento:

 

cabo gerson vida sexual

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Cabo da PM revela que destruiu HD com interceptações ilegais

 

Cabo diz que Paulo deu R$ 50 mil para despesas com grampos

 

Cabo PM faz delação e revela detalhes sobre esquema de grampos 

 

Autor: Midia News - LUCAS RODRIGUES DA REDAÇÃO
Data: 18/12/2017
Noticias da Sessão: Politica
» Em Brasília: Mendes discute estratégias e finanças com cúpula do DEM
» Emanuel Pinheiro entrega 5° unidade do PSF restaurada
» Atual política de incentivos fiscais é apresentada em Câmara Temática
» Várzea Grande: Guilherme Maluf acompanha vistoria de obras de duplicação
» Wilson Santos apresenta cronograma para votação da LDO
» Coletiva do prefeito sobre a saúde municipal será às 14h nesta segunda-feira
» Primeira-dama repassa cobertores à prefeitura que destina a dezenas de entidades sociais
» FEEF é aprovado com substitutivo integral e três emendas
» Deputados analisam o Plano Diretor da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá
» Presidente do TCE-MT recebe a visita do prefeito de Rondonópolis
» Sem Quórum: Botelho teme faltosos na eleição e pode mudar sessões na AL
» CST do Geoparque de Chapada dos Guimarães elabora relatório final
» Ex-deputado confirma ter recebido R$ 50 mil gravado em vídeo de delator
» Deputados aprovam criação do fundo fiscal para arrecadar R$ 183 milhões
» Após casos de 'mau uso', CNJ proíbe que juízes façam manifestação política em redes sociais
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.