Cuiabá 15/12/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Democratas dissolve todos os diretórios do Brasil e grupo de Mendes tem aval para montar executiva em MT

Com Mendes e Botelho, devem ingressar no DEM os deputados federais Fábio Garcia e Adilton Sachetti; e estaduais Max Russi, Professor Adriano Silva, Mauro Savi e Max Russi.


 

Sem tempestade ou maiores sobressaltos, o Diretório Nacional do Democratas passou a régua do Oiapoque (AP) até o Chuí (RS) e  dissolveu todos os diretórios, para receber mais de 20 deputados federais e alguns pré-candidatos aos  governos estaduais. No caso do Diretório de Mato Grosso, a Executiva Nacional dissolveu o Diretório Regional e todos os 120 diretórios municipais, para receber o grupo do ex-prefeito Mauro Mendes e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho.
 
Os deputados mato-grossenses Fábio Garcia e Adilton Sachetti ingressem no DEM a convite do presidente da Câmara Federal, deputado fluminense Rodrigo Maia. A sua estratégia foi endossada pelo presidente do nacional, senador potiguar José Agripino, durante a reunião da Executiva Nacional do Democratas, na noite desta terça-feira (28), em Brasília. Por unanimidade, foi decidida a dissolução dos diretórios do  Democratas em  todos os estados, inclusive São Paulo e Mato Grosso.
 
Leia Mais:
- Grupo de Mauro Mendes e Botelho ingressa no DEM para comandar diretórios e vaga na chapa majoritária

- Dilmar afirma que chegada de parlamentares do PSB em MT no DEM foi avalizada por lideranças nacionais

É o próximo diretório do DEM quem vai decidir sobre as candidaturas majoritárias e proporcionais, sendo possível até mesmo lançar o candidato ao governo de Mato Grosso.
 
Fundador do DEM, o ex-senador e ex-governador Júlio José de Campos representou a Executiva de Mato Grosso, na reunião do Diretório Nacional. O presidente regional do DEM, deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, não pôde comparecer e o ex-senador Jayme Campos, principal líder da agremiação no Estado, alegou “motivo de força maior”.
 
Os novos nomes para a composição da Executiva do Democratas em Mato Grosso devem ser definidos até março de 2018, mas é certo que o grupo de Mauro Mendes e Botelho terão representação majoritária, no futuro Diretório do DEM. “O que é preciso agora é que todos no partido irão sentar e conversar amigavelmente”, proclamou Dilmar.
 
A dissolução foi a solução encontrada pela Executiva Nacional, diante da pressão de Rodrigo Maia, para equacionar de forma menos traumática para todos a chegada de caciques de diferentes matizes ao DEM. O partido deve ficar sob coordenação de Júlio Campos  por pouco mais de dois meses, a quem cabe comandar o processo de formação de um novo diretório do partido.  Alguns dos dirigentes poderão ser mantidos dentro da nova estrutura do diretório regional.
 
 Com Mendes e Botelho, devem ingressar no DEM os deputados federais Fábio Garcia e Adilton Sachetti; e estaduais Max Russi, Professor Adriano Silva, Mauro Savi e Max Russi. Devem ser confirmados também o secretário de Estado de Agricultura, Suelme Evangelista Fernandes; o procurador geral Rogério Gallo, da PGE; e o presidente do Instituto de Terras do Estado (Intermat), Cândido  Teles, entre outros líderes.


 

Autor: Olhar Direto - Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco
Data: 30/11/2017
Noticias da Sessão: Politica
» Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos
» Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado
» Contas Públicas: Orçamento da Prefeitura de Cuiabá prevê R$ 49 milhões a mais
» MT espera receber R$ 150 mi de empresas delatadas por Silval
» Alívio no caixa: Taques afirma que R$ 500 mi do FEX pagará Saúde e fornecedores
» Base de Taques: Botelho diz que Mauro quer Senado e espera consenso em grupo
» Caso Fabris: Ministro do STF é contrário à soltura de deputados pelo Legislativo
» 500 milões no caixa: Câmara aprova FEX e projeto será analisado pelo Senado Federal
» Novo projeto: Prefeito de Cuiabá garante que SEC 300 ficará melhor com mudanças
» Fávaro deixa secretaria de Meio Ambiente até dia 15 de dezembro
» Júlio Campos afirma que DEM só mantém compromisso com Pedro Taques caso esteja na majoritária
» Democratas dissolve todos os diretórios do Brasil e grupo de Mendes tem aval para montar executiva em MT
» Reforço no caixa: Governo afirma que Conab liberou R$ 110 milhões para o Estado
» PLOA 2018: Lei Orçamentária de 2018 é debatida em audiência pública na ALMT
» Bezerra assegura que jamais fez pagamento para empresa e diz que “quem deve explicar” é Silval
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.