Cuiabá 18/10/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Democratas dissolve todos os diretórios do Brasil e grupo de Mendes tem aval para montar executiva em MT

Com Mendes e Botelho, devem ingressar no DEM os deputados federais Fábio Garcia e Adilton Sachetti; e estaduais Max Russi, Professor Adriano Silva, Mauro Savi e Max Russi.


 

Sem tempestade ou maiores sobressaltos, o Diretório Nacional do Democratas passou a régua do Oiapoque (AP) até o Chuí (RS) e  dissolveu todos os diretórios, para receber mais de 20 deputados federais e alguns pré-candidatos aos  governos estaduais. No caso do Diretório de Mato Grosso, a Executiva Nacional dissolveu o Diretório Regional e todos os 120 diretórios municipais, para receber o grupo do ex-prefeito Mauro Mendes e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho.
 
Os deputados mato-grossenses Fábio Garcia e Adilton Sachetti ingressem no DEM a convite do presidente da Câmara Federal, deputado fluminense Rodrigo Maia. A sua estratégia foi endossada pelo presidente do nacional, senador potiguar José Agripino, durante a reunião da Executiva Nacional do Democratas, na noite desta terça-feira (28), em Brasília. Por unanimidade, foi decidida a dissolução dos diretórios do  Democratas em  todos os estados, inclusive São Paulo e Mato Grosso.
 
Leia Mais:
- Grupo de Mauro Mendes e Botelho ingressa no DEM para comandar diretórios e vaga na chapa majoritária

- Dilmar afirma que chegada de parlamentares do PSB em MT no DEM foi avalizada por lideranças nacionais

É o próximo diretório do DEM quem vai decidir sobre as candidaturas majoritárias e proporcionais, sendo possível até mesmo lançar o candidato ao governo de Mato Grosso.
 
Fundador do DEM, o ex-senador e ex-governador Júlio José de Campos representou a Executiva de Mato Grosso, na reunião do Diretório Nacional. O presidente regional do DEM, deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, não pôde comparecer e o ex-senador Jayme Campos, principal líder da agremiação no Estado, alegou “motivo de força maior”.
 
Os novos nomes para a composição da Executiva do Democratas em Mato Grosso devem ser definidos até março de 2018, mas é certo que o grupo de Mauro Mendes e Botelho terão representação majoritária, no futuro Diretório do DEM. “O que é preciso agora é que todos no partido irão sentar e conversar amigavelmente”, proclamou Dilmar.
 
A dissolução foi a solução encontrada pela Executiva Nacional, diante da pressão de Rodrigo Maia, para equacionar de forma menos traumática para todos a chegada de caciques de diferentes matizes ao DEM. O partido deve ficar sob coordenação de Júlio Campos  por pouco mais de dois meses, a quem cabe comandar o processo de formação de um novo diretório do partido.  Alguns dos dirigentes poderão ser mantidos dentro da nova estrutura do diretório regional.
 
 Com Mendes e Botelho, devem ingressar no DEM os deputados federais Fábio Garcia e Adilton Sachetti; e estaduais Max Russi, Professor Adriano Silva, Mauro Savi e Max Russi. Devem ser confirmados também o secretário de Estado de Agricultura, Suelme Evangelista Fernandes; o procurador geral Rogério Gallo, da PGE; e o presidente do Instituto de Terras do Estado (Intermat), Cândido  Teles, entre outros líderes.


 

Autor: Olhar Direto - Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco
Data: 30/11/2017
Noticias da Sessão: Politica
» Médicos, advogados, delegado e estrangeiro; Saiba quem são os 14 novos deputados estaduais
» Mauro escolhe primeiro nome para secretaria e promete demais definições até dezembro
» relação com prefeitos: “Ninguém vai sair sorrindo e depois me chamar de mentiroso”
» Oposição ou situação?: Deputados tucanos definirão posição no governo Mauro Mendes
» Partido Wellington Fagundes: Dono da maior bancada em 2014, PR é extinto na Assembleia Legislativa
» Saiba mais sobre a isenção de IR para quem ganha até 5 salários mínimos, proposta de Bolsonaro e Haddad
» Ranking da riqueza: Assembleia terá 12 deputados milionários; veja os bens dos 24 eleitos
» Escolha de secretariado: “Não dou Pasta para partidos; quem não der certo, game over”
» Haddad desiste de constituinte, diz que vai propor apenas emendas e se afasta de José Dirceu
» Bolsonaro afirma que ele é quem manda, desautoriza vice, descarta constituinte e diz que 'não existe' autogolpe
» Mauro Mendes vence em 128 cidades e tem mais votos que Taques em 2014
» Eleitos para Senado e Câmara: Mais votados, Nelson Barbudo e Selma Arruda surfaram na onda Bolsonaro
» Prefeito da coligação de WF apoia Mauro: "Tem competência e preparo"
» Veja o que acontece nos dias da última semana antes das eleições
» Novos números do voice: Em Mato Grosso, Mendes chega a 40%; WF tem 21% e Taques tem 19%
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.