Cuiabá 19/09/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Viagem de Taques e Fávaro: Botelho assume o Governo e Maluf, a presidência da Assembleia

A presidência do Legislativo seria ocupada por Gilmar Fabris, mas ele sairá de licença médica


 

O Executivo e o Legislativo estadual passarão por mudanças de comando durante quatro dias deste mês. Em razão das viagens internacionais do governador Pedro Taques (PSDB) e do vice, Carlos Fávaro (PSD), o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (PSB), assume o Palácio Paiáguas.

 

Já o presidente da Casa de Leis, durante o período, será o primeiro-secretário Guilherme Maluf (PSDB).

 

A partir desta sexta-feira (3), o vice-governador Carlos Fávaro assumiu o Executivo estadual, após o governador Pedro Taques viajar para a China, onde tentará buscar recursos para investimentos no Estado.

 

O governador permanecerá na China até 12 de novembro, data em que viajará para a Alemanha, para participar da COP-23, Conferência Mundial Sobre o Clima. Fávaro também participará do evento e irá para o país europeu também no próximo dia 12.

 

Na data em que o vice-governador viajar para o exterior, Botelho assumirá o Paiaguás.

 

O cargo de presidente da AL-MT, conforme a linha de sucessão, deveria ser ocupado pelo deputado Gilmar Fabris (PSD), vice-presidente da Casa, que deixou o Centro de Custódia da Capital (CCC) na semana passada.

 

No entanto, Fabris, que perdeu mais de 15 quilos enquanto esteve preso, vai tirar licença médica. O parlamentar argumentou que precisará passar por uma bateria de exames médicos e não poderá assumir o Legislativo.

 

Diante da ausência de Fabris, a lista de sucessão do Legislativo estadual determina que o segundo vice-presidente assuma. O cargo, porém, pertence a Max Russi (PSB), que está afastado para ocupar o cargo de secretário de Estado.

 

O próximo na linha é o primeiro-secretário, no caso Maluf. Desta forma, ele assumirá a função de presidente da Casa. O tucano ocupou o cargo no biênio de 2015 e 2016.

  

A expectativa é de que o governador Pedro Taques e o vice Carlos Fávaro retomem suas funções em 16 de novembro. O prazo, porém, poderá ser estendido. 


 

Autor: Midia News - VINÍCIUS LEMOS DA REDAÇÃO
Data: 04/11/2017
Noticias da Sessão: Politica
» Afago na Indústria: Mendes afirma que se eleito vai reduzir alíquota de ICMS do diesel
» Juntas somos melhores: Virgínia Mendes defende trabalho conjunto para superação das dificuldades em Mato Grosso
» Adversários desesperados: “Não permita que seu voto seja manipulado por gente sem limites”
» Selma Arruda deixará a política se for derrotada e confirma 'divergências' com Galli
» Silval nega sociedade com Mendes e 'proíbe' uso de seu nome na campanha eleitoral
» Estado necessário: Mato Grosso precisa cortar as mordomias palacianas, defende Otaviano Pivetta
» "Quero ser uma grande parceira das mães e idosos", diz Virgínia
» MPF denuncia Silval, Riva, Eder e mais 4 por crimes contra o sistema financeiro
» Mendes diz que se vencer contemplará indicações políticas na gestão
» Corrida ao Senado em MT: Voice aponta Jaime com 35%; procurador com 20%; e Leitão com 19%
» Bolsonaro tem 'condições clínicas estáveis', diz boletim médico
» Disputa pelo Paiaguás: Em Várzea Grande, Mendes lidera com 36%; Taques tem 18%; e WF, 4%
» Aliado de peso: Percival declara apoio a Mauro: "Já ajudei e vou ajudar de novo"
» Chapa de Wellington Fagundes é a primeira a ser deferida pela Justiça Eleitoral
» Deputados apresentam projeto para sustar decreto de Taques
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.