Cuiabá 24/11/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Meio Ambiente
Termina período proibitivo para queimadas em Mato Grosso

"Estaremos em estado de alerta para qualquer eventualidade”.


 

O período proibitivo para as queimadas em Mato Grosso terminou neste domingo (15). A decisão atende deliberação das instituições que compõem o Comitê do Fogo, após análise favorável das condições climáticas, que incluem aumento na incidência de chuvas, da umidade relatividade do ar e a redução nas ocorrências de focos de calor.

Mesmo com o fim da restrição, o secretário executivo do Comitê do Fogo, o major dos Bombeiros Ranie Pereira Sousa, explica que o monitoramento às áreas mais sensíveis para surgimento de incêndios florestais continuará com homens em campo, veículos e aeronaves à disposição. "Estaremos em estado de alerta para qualquer eventualidade”.

O comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Paulo André Barroso, frisa que têm sido realizados monitoramentos nos períodos da manhã e da tarde via satélite nas principais regiões. Ele afirma ainda que nas últimas semanas houve pouca incidência de focos de calor e, portanto, as equipes atuaram com foco maior na prevenção. “Estamos satisfeitos com a campanha deste ano. Os trabalhos em parceria com diversas entidades e prefeituras por meio das brigadas municipais mistas contribuiram para a resposta rápida e controle das ocorrências”.

Um balanço operacional das ações do BEA e dados de focos de calor do período proibitivo serão apresentados pelo Comitê do Fogo na próxima terça-feira (17.10), com horário e local ainda a serem definidos. As informações subsidiarão a campanha do próximo ano. A proposta é o fortalecimento da parceria entre as instituições para ganhar mais capilaridade nos municípios. A proibição teve início no dia 15 de julho, por meio do Decreto 638, e terminaria no dia 15 de setembro, mas foi prorrogada pelo Decreto 697 até o dia 15 de outubro, devido às questões climáticas.

Denúncias

Apesar do fim do período proibitivo, a medida só abrange limpeza e manejo de áreas rurais, que devem obter autorização da Sema para realizar o procedimento de queima controlada. Já em áreas urbanas, fazer uso do fogo é crime o ano inteiro. A população pode denunciar pelo 193 do Corpo de Bombeiros ou nas Secretarias Municipais de Meio Ambiente.

 

Autor: Fernanda Nazário, repórter Sema/MT
Data: 16/10/2017
Noticias da Sessão: Meio Ambiente
» A inovadora máquina que absorve CO2 da atmosfera e o transforma em um gás com valor econômico
» Brasil ganha reforço de R$ 420 milhões para combate ao desmatamento
» Dióxido de carbono atinge nível recorde
» Desastres naturais: Mais 19 municípios do RS têm emergência reconhecida por causa de vendavais
» Desmatamento na Amazônia caiu 16% no último ano, diz ministro do Meio Ambiente
» Termina período proibitivo para queimadas em Mato Grosso
» ICMBio cria reservas particulares do patrimônio natural em São Paulo e no Paraná
» Proibição à pesca é diferenciada em 17 rios de divisa com Mato Grosso
» Novo relatório da ONU define caminhos para um planeta livre de poluição
» Piracema começa neste domingo nos rios de MT; multas podem passar de R$ 100 mil
» Brasil registra média de 78 milhões de raios por ano, diz Inpe
» Qual efeito de mais CO2 na atmosfera para Amazônia?
» Governo vai revogar decreto que extinguia Renca; área voltará a ficar sob proteção
» Umidade começa a aumentar no Sudeste e Centro-Oeste
» Período proibitivo da Piracema começa dia 1º de outubro em MT
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.