Cuiabá 24/10/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Artigo
Tratamento alternativo para câncer diminui o tempo de vida do paciente

Cleberson Queiroz é PhD em Oncologia pela Universidade de Liverpool (Inglaterra) e oncologista da Oncocenter.


 

A morte do apresentador e jornalista Marcelo Rezende, vítima de um câncer de pâncreas avançado, liga o alerta para quem desiste do tratamento médico para tentar tratamentos alternativos. Após uma única aplicação de quimioterapia (realizada de acordo com protocolos internacionais), Rezende abandonou o tratamento e iniciou uma “terapia alternativa” que tem se difundido bastante recentemente: a dieta cetogênica. Em diversas entrevistas, disse que se sentia bem e que em breve estaria curado. Infelizmente, não foi o que aconteceu.

 

Sabemos que o câncer de pâncreas é um dos mais agressivos e que geralmente é descoberto já em fase avançada ou quando atingiu outros órgãos. O objetivo do tratamento, nesses casos, é o de prolongar o tempo e a qualidade de vida do paciente. Sem tratamento médico, a sobrevida é de apenas poucos meses, como foi o caso do apresentador (cerca de 4 meses depois do diagnóstico).

 

Um estudo, publicado recentemente em periódico do National Cancer Institute, dos EUA, confirma que pacientes que abandonam tratamentos como a quimioterapia para buscar terapias alternativas têm o dobro de chance de morrer ou de ter sua sobrevida reduzida. Em particular, a dieta cetogênica (que restringe quase totalmente os carboidratos da dieta e substitui por gorduras) é extremamente perigosa. Primeiro, é preciso esclarecer que não existe nenhum estudo clínico rigoroso que mostrou qualquer benefício dessa dieta em seres humanos. Todas as referências citadas pelos que defendem a técnica se baseiam em experiências em culturas de células ou camundongos. Segundo, poucos pacientes toleram o rigor da dieta proposta, levando a perda de peso e desnutrição. Por último, e mais perigoso: para fazer a dieta cetogênica, os pacientes são orientados a parar qualquer tratamento convencional.

 

Câncer é um diagnóstico que assusta a maioria das pessoas. Ainda mais quando estamos diante de uma doença avançada. Nesta situação, é compreensível que as pessoas busquem outras alternativas, opções, esperança. Infelizmente, nesse momento de desespero e fragilidade, muitas são vítimas dos “vendedores de milagres”. Estes vendem terapias, cápsulas, ervas, livros, palestras… de um tudo, prometendo curar doenças incuráveis. O resultado quase sempre é o mesmo, como observamos com Marcelo Rezende.

 

Terapias alternativas são bem vindas quando complementam o tratamento médico. Acupuntura, chás conhecidos, terapia cognitivo-comportamental, reike, pilates, e diversos outros recursos ajudam a aliviar dores e os efeitos colaterais do tratamento. Mas devem ser usados com parcimônia e NUNCA sem conhecimento do seu médico. Cuidado com informações sedutoras encontradas na internet. Busque esclarecimento em fontes seguras, converse com seu médico, procure uma segunda opinião, é seu direito.

 

Cleberson Queiroz é PhD em Oncologia pela Universidade de Liverpool (Inglaterra) e oncologista da Oncocenter. 

 

Autor: Cleberson Queiroz
Data: 25/09/2017
Noticias da Sessão: Artigo
» Tratamento alternativo para câncer diminui o tempo de vida do paciente
» Artigo - Dia dos Namorados - José de Paiva Netto
» Artigo - Hiperconectados e a era da falta de experiência.
» Artigo - Não somos robôs -
» Artigo - Oscar D'Ambrosio: A nova rota da seda: caminhos da expansão chinesa
» Artigo: Doença “democrática” - Ernani Caporossi
» Artigo - Jairo Pitolé Sant’Ana: Aquicultura x pesca
» Artigo: João Batista Pereira de Souza - Tornozeleiras Eletrônicas: Uma prisão simbólica
» Artigo: Rinaldo Segundo - Mudando a Amazônia: o Social
» Artigo: Elizeu Silva - De bagre ensaboado a camaleão
» Artigo: José Silveira Lage - Você está atento ao ritmo do seu coração?
» Artigo: ELIZEU SILVA - Legislativo poconeano: na contramão da historia
» Artigo - Flavio Garcia: “A intenção é que faz a ação”
» ARTIGO RUI PRADO - Terceirização, justiça no trabalho do campo
» Artigo - José Marcondes: A FALÁCIA DO GOVERNO TÉCNICO
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.