Cuiabá 25/02/2018
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Politica
Dinheiro da JBS financiou dez campanhas vencedoras em Mato Grosso

O único a receber uma doação direta da empresa em 2014 foi o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), que recebeu R$ 500 mil da própria empresa.


 

E empresa cujos donos são pivôs do mais recente escândalo político no Brasil, que resultou no afastamento do senador Aécio Neves (PSDB) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer (PMDB), a JBS mergulhou no mundo político há algumas eleições através das doações. Só em 2014, a empresa repassou R$ 391,8 milhões, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Leia mais:
Leitão defende afastamento de Aécio, renúncia de Temer e eleição indireta

Nessa mesma eleição, a última em que empresas puderam participar como doadores de campanhas, a JBS financiou 10 campanhas vitoriosas em Mato Grosso com cerca de R$ 3,6 milhões. O dinheiro chegou aos políticos mato-grossenses tanto através de doação direta, direta ao candidato, quanto através de repasses pelos diretórios partidários ou de outros políticos.

O único a receber uma doação direta da empresa em 2014 foi o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), que recebeu R$ 500 mil da própria empresa. Ele ainda recebeu mais R$ 500 mil da JBS por meio do Diretório Nacional do PMDB. Desse dinheiro, ele repassou R$ 77 mil ao deputado estadual Allan Kardec (PT) e R$ 6.700 a Mauro Savi, atualmente do PSB, então candidato pelo PR.

Mas, apesar de não receber dinheiro diretamente da empresa, o maior beneficiário de doações da JBS dos candidatos vencedores em 2014 foi o senador Wellington Fagundes (PR). Ele recebeu um total de R$ 1,4 milhão em três doações repassadas pelo Diretório Nacional do PR.

Os deputados federais Fabio Garcia (PSB), Adilton Sachetti (PSB), Victório Galli (PSC), Valtenir (hoje PMDB, entçao PROS) e Ságuas Moraes (PT) também foram beneficiados com doações da JBS repassadas através de seus diretórios estaduais. Garcia e Moraes receberam R$ 150 mil cada um, enquanto Sachetti R$ 50 mil e Victório Galli R$ 30 mil.

Dentre as candidaturas a deputado estadual, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), recebeu R$ 350 mil da JBS em uma doação repassada pelo Diretório Estadual do PSB.

Outro a receber uma quantia vultosa foi o candidato derrotado ao Governo do Estado pelo PT, Lúdio Cabral. Pelo Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores, ele recebeu R$ 475 mil, além de mais R$ 35 mil repassados por Wellington Fagundes.

Vale ressaltar que todas essas doações foram declaradas ao TSE e consideradas legais.


 

Autor: Olhar Direto - Da Redação - Jardel P. Arruda
Data: 19/05/2017
Noticias da Sessão: Politica
» Novo fundo do Executivo terá R$ 500 mi em um ano, diz Taques
» Fundos em MT: Botelho oficializa criação da CPI e afirma que respeita deputados
» Botelho suspende prorrogação de contrato com empresa alvo do MPE
» Dança das Cadeiras: Emanuel dá posse a secretário e avalia novas trocas no staff
» Presença no Senado: Medeiros é campeão em faltas de MT; Cidinho foi o mais assíduo
» MPE pede cassação do prefeito de Cáceres Francis Maris
» Imediato: Taques anuncia repasse de R$ 90 milhões para Infraestrutura
» Mauro Savi considera cobrança de contribuição voluntária absurda
» Taques e Emanuel entregam cartões do Pró-Família para mil famílias carentes da Capital
» Primeiro Ano: Emanuel afirma que está avaliando secretários e admite mudanças
» Recursos Federais: Temer sanciona o FEX e Taques comemora repasse de R$ 496 mi
» Câmara pode manter 480 servidores
» "Viado" e "Biscate": Amigo diz que cabo da PM sabia da vida sexual de autoridades
» Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos
» Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.