Cuiabá 21/11/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Agronegocio
Brasil destina mais de 10 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas

Dados do inpEV são referentes aos resultados do Sistema Campo Limpo no 1º trimestre de 2017


 

O Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas) destinou corretamente 10.343 toneladas do material durante o primeiro trimestre de 2017. O número apresenta leve queda de 1,3% em relação ao mesmo período do ano passado. “Instabilidades climáticas, crescimento no uso de novas variedades de sementes, mais resistentes a pragas e que demandam menor uso de agroquímicos e o aumento do contrabando de defensivos agrícolas, podem contribuir com essa retração no uso e consequentemente na quantidade de embalagens vazias que são devolvidas pelo produtor para o Sistema”, explica João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias). Entretanto, o índice de eficiência do Sistema Campo Limpo se manteve, com a destinação ambientalmente adequada de 94% das embalagens primárias de agroquímicos comercializadas pela indústria fabricante.

 

Neste primeiro trimestre, de todos os estados brasileiros, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e São Paulo destinaram corretamente a maior quantidade de embalagens. A região Centro-Oeste contribuiu com 42% do total nacional, ou 4.312 toneladas, sendo que 2.267 toneladas vieram dos produtores mato-grossenses. A segunda região com maior volume percentual destinado é a Sul do país, que encaminhou 24% do material, com uma participação de mais de 1,2 mil toneladas por parte do Rio Grande do Sul.

 

No Sudeste, foram encaminhadas 2 mil toneladas do material, com maior destinação registrada pelo estado de São Paulo (10,1%). A Bahia ajudou a região Nordeste a contribuir com 12% de todas as embalagens destinadas no país, tendo sido responsável por devolver pouco mais de 873 toneladas. Por fim, os estados do Norte representam 3% das mais de 10 mil toneladas deste período, com 137 toneladas vindas do Tocantins.

 

 

Autor: DO PORTAL DO AGRONEGÓCIO
Data: 28/04/2017
Noticias da Sessão: Agronegocio
» Mercado de carne bovina chinês no foco do Brasil e EUA
» Planejamento divulga boletim sobre cenário econômico de Mato Grosso
» Fila de navios para embarcar açúcar no Brasil aumenta a 47 na semana, diz Williams
» Rússia aumenta restrições à carne importada do Brasil
» Energia renovável: Etanol brasileiro pode substituir 13,7% do petróleo consumido no mundo
» Plantas daninhas resistentes aumentam custo de produção de soja
» Brasil poderia utilizar potencial de hidrovia entre Cáceres e Uruguai, opinam especialistas
» Concurso Coffe Of The Year 2017 divulga os 150 melhores cafés do Brasil
» Novos mercados para a carne bovina brasileira podem ser anunciados em 2017
» Nova Maringá: Governador faz reunião ampliada com prefeitos e produtores de grãos
» Demanda crescente pelo cacau no final do ano pode dar suporte aos preços
» Receita com exportação de gado vivo sobe 22%
» Receita do agro atinge recorde em Mato Grosso
» Suinocultura: Decreto reduz ICMS de suínos de 12% para 6% e fomenta setor
» Coreia do Sul anuncia frigoríficos catarinenses habilitados a exportar carne suína
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.