Cuiabá 25/06/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Meio Ambiente
Crimes sem fim: Um dos maiores criadores de pássaros de Guanhães é detido pela PM

Homem foi flagrado com 54 aves em casa, dentre elas espécies ameaçadas de extinção, e acabou multado em R$ 105 mil


 

Um dos maiores criadores de pássaros da cidade de Guanhães, na região do Rio Doce, segundo informou a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), foi detido com 54 aves em casa. O proprietário foi multado em R$ 105 mil.

Dentre as aves encontradas no imóvel, três espécies ameaçadas de extinção: uma arara Canindé, um papagaio do peito roxo e um Pixoxó. O criador foi conduzido pela Polícia Militar de Meio Ambiente à delegacia e responderá por crime de falsificação de selo público.

O criadouro foi descoberto depois de uma fiscalização de rotina da Semad, realizada pela Diretoria Regional de Fiscalização da Superintendência Regional de Meio Ambiente Leste Mineiro, com o apoio do 4º Pelotão da Polícia Militar de Meio Ambiente de Guanhães.

O homem foi localizado a partir do Cadastro de Criadores Amadoristas de Passeriformes (SISPASS), e de algumas transações suspeitas como, por exemplo, diversas transferências de pássaros.

Na residência, os fiscais encontraram irregularidades como anilhas falsificadas e adulteradas, animais mantidos em cativeiro de forma irregular, extravio de espécies, além da verificação de fraude e declarações falsas no sistema.

“Apesar de o criador ser registrado, encontramos diversas irregularidades, além de diversas anilhas de outros criadores, o que pode caracterizar indícios de crime”, disse o coordenador da operação, Daniel Colen.

Os animais foram conduzidos para o Centro de Triagem de Animais Silvestres em Belo Horizonte e serão cuidados para serem reintroduzidos à natureza. “A recuperação de três aves ameaçadas de extinção foi de extrema importância nessa operação. É necessário conscientizar a população que, a partir do momento em que o homem continua com essa prática de retirada desses animais da natureza, vai chegar um momento em que esses animais serão extintos totalmente”, afirmou.

Segundo Daniel Colen, o homem era um dos maiores criadores de pássaros da região, além de ser uma espécie de "despachante" de outros criadores. Ele foi conduzido pela Polícia Militar de Meio Ambiente à delegacia e responderá por crime de falsificação de selo público. A ocorrência será encaminhada à Polícia Civil para abertura de inquérito.



 

Autor: DE O TEMPO
Data: 20/04/2017
Noticias da Sessão: Meio Ambiente
» Noruega anuncia que deve cortar pela metade repasse ao Fundo Amazônia
» Mudanças Climáticas: Umidade do ar em queda no Centro-Oeste
» Mudança climática aumentará ondas extremas de calor, dizem cientistas
» MPF pede que empresários reparem danos ambientais causados em Angra dos Reis
» WWF ergue balão em Brasília por veto a regras que alteram áreas de preservação
» Mudança de legislação pode beneficiar grandes desmatadores da Amazônia, dizem especialistas
» Nova espécie de sapo é descoberta por cientistas em São Paulo
» Fiscais encontram 552 kg de peixe em carro popular e motorista é preso em MT
» Defesa Civil registra quatro mortes e mais de 11,5 mil pessoas fora de casa devido ao mau tempo
» Atividade humana acelera degradação dos oceanos, alerta ONU
» Regularização ambiental: Produtor terá 90 dias para fazer adequações no novo sistema de Cadastro Ambiental Rural
» Sobe para 27,6 mil o nº de afetados pelas chuvas em SC; situação deve piorar, conforme Defesa Civil
» Após acordo com MP, Samarco pagará assessoria para moradores de Barra Longa
» Pesca ilegal: Polícia Ambiental apreende 300 quilos de pintado e caxara
» ONU estima que saída dos EUA de acordo do clima pode elevar temperaturas em 0,3 grau
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.