Cuiabá 25/09/2017
Busca:  
 Home
 Últimas Notícias
 Cidades
 Política
 Esporte
 Polícia
 Meio Ambiente
 Turismo
 Agronegócio
 Mundo
 Artigos
 Aúdio e Video
 Galeria de Fotos
 Quem Somos
 Fale Conosco
Tunel do Tempo
 
Aquecido "Triângulo da Lavagem"

 Denuncias
 Enquete


Agronegocio
Safra canavieira 2017/18 começa em 1 de abril com expetativa de preços bons e boa produção

Mais de 90 unidades sucroenergéticas já moem na região Centro-Sul, mas a cana moída até 31 de março fica para a conta da safra 2016/17.


 

No ano passado, neste mesmo período, 120 usinas estavam moendo, a redução para 90 este ano, deve-se a fatores como: menor volume de cana bisada (remanescente do ano anterior) e condições climáticas que atrasaram o desenvolvimento da cana. Assim, a safra 2017/18 começa na normalidade, já que, historicamente, iniciar a moagem no mês de abril é o mais comum.

De acordo com Plinio Nastari, presidente da Datagro Consultoria, o cenário da nova safra é positivo, com canaviais mais bem tratados e a possibilidade de produção 612 milhões de toneladas no Centro-Sul, contando com a incorporação de 7 mi/t da cana que ficaram em pé da safra 16/17.

O volume da nova safra deverá ser maior que a de 2016/17, que segundo estimativa da Unica - União da Indústria de Cana-de-açúcar -, deve fechar em 31 de março com produção próxima a 605 milhões de toneladas, lembrando que essa safra contou com quase 30 milhões de toneladas de cana bisada. Apesar da recuperação, a nova temporada ainda será menor que a safra 2015/16, que processou 617 milhões de toneladas de cana.

Para a Datagro, o mix de destino na temporada deve ficar em 47,4% da oferta de matéria-prima para açúcar e, para o etanol, em 46,3%. A fabricação do açúcar deve aumentar 3,3%, para 36,80 milhões de toneladas. Já a produção de etanol tende a cair 1%, para 25,31 bilhões de litros. As duas estimativas também foram mantidas. Levantamento feito pela Datagro com 170 usinas do Centro-Sul, 73 delas iniciarão a moagem da safra 2017/18 até fim de março, outras 63 até a primeira quinzena de abril. "Até o fim do próximo mês, 160 das 170 usinas estarão operando", disse Nastari.

Outra boa notícia apresentada pela consultoria, é que os preços deverão se manter remuneradores. Após dois anos de déficit global de açúcar, a safra mundial 2017/18 (de outubro de 2017 a setembro de 2018), pode voltar a ter um superávit, estimado em 1,5 milhão de toneladas, cenário, no entanto, que pode migrar para um déficit de 2,2 mi de toneladas. "A safra ainda será de preços bons, com preços de exportação entre 19 cents e 21 cents (por libra peso)", concluiu o Presidente da Datagro,

 

Autor: PORTAL DO AGRONEGÓCIO
Data: 03/04/2017
Noticias da Sessão: Agronegocio
» À espera de chuva, PR plantou apenas 1% da safra de soja
» Governo libera R$ 25 bilhões em crédito rural entre julho e agosto
» Justiça suspende leilão de fazenda do Grupo JPupin
» Boas práticas no uso de FBN pode garantir o sucesso da lavoura de soja
» Produtores contratam R$ 25 bi em crédito rural de julho a agosto
» Exportações totais de carne bovina se recuperam e crescem 34% em agosto, diz ABRAFRIGO
» Sinop, Sorriso, Lucas e mais sete municípios respondem por metade das exportações de MT no ano
» Termelétrica da JBS em Cuiabá envolvida em escândalo de corrupção voltará a comprar gás boliviano
» Índia abre mercado para maçã fresca do Brasil
» Agroconsult prevê queda de 52% na rentabilidade da soja
» China deve ampliar números de frigoríficos brasileiros habilitados à exportação
» Brasil exporta recorde de 5,7 mi t de soja em agosto
» Sefaz suspende cobrança de preços mínimos para suínos
» Agricultura Familiar deve receber investimentos de R$ 23 milhões do Fethab
» Exportação de carne bovina do Brasil em 2017 deve subir 10% para 1,5 mi t, diz Agroconsult
 
Tempo
 
Copyright © 2008 Todos os direitos reservados ao NavegadorMT.